GCM de Botucatu pode fazer convênio com São Manuel

Nos próximos dias o prefeito João Cury Neto deverá encaminhar ? Câmara Municipal uma propositura a ser apreciada pelos vereadores para que seja feito um Convênio de Cooperação Permanente entre a Guarda Civil Municipal (GCM) de Botucatu com a de São Manuel.

Na tarde desta segunda-feira (13) o secretário de Segurança Pública de Botucatu, delegado Adjair de Campos, entregou nas mãos do prefeito um ofício onde o chefe do Executivo de São Manuel, Vilson José Innocenti, pede para que estudos sejam feitos com a finalidade de viabilizar esse convênio entre as duas cidades. “Nos termos desse convênio, as GCMs trabalhariam em conjunto em ocasiões pré-determinadas pelas respectivas secretarias e comando das corporações”, propõe Innocenti.

Entusiasta da idéia, João Cury Neto, revelou que estará encaminhando o projeto ? Câmara para que esse convênio seja concretizado. “Costumo dizer que ninguém faz nada sozinho e temos que trabalhar em consenso com outros municípios da região. O que é bom para Botucatu também tem que ser bom para São Manuel, Pardinho, Itatinga, Conchas, Bofete e demais cidades da nossa região. Não podemos pensar, isoladamente, mas sim em consenso para alavancar o desenvolvimento da região”, pregou João Cury.

Adjair de Campos que foi o articulador dessa proximidade entre os dois prefeitos para viabilizar o Convênio Cooperação Permanente, lembra que no ano passado os vereadores de São Manuel aprovaram o Projeto de Lei 879, de autoria do então prefeito Tharcílio Baroni Júnior solicitando autorização legislativa para formalizar o convênio. A propositura foi aprovada pela unanimidade dos vereadores daquela Cidade.

“Agora um projeto do prefeito João Cury deverá ser encaminhado ? Câmara para ser apreciado pelos vereadores para que o convênio possa ser firmado. O objetivo é estabelecer regime de cooperação mútua entre os dois municípios, com troca de experiências e informações administrativas de interesse recíproco e operacional entre as áreas territoriais de atuação de ambas as corporações”, frisou Campos.

Foto: Valéria Cuter