Fundação Casa de Botucatu adere a greve estadual

Fotos: Valéria Cuter

 

Funcionários da Fundação Casa entraram em greve nesta quinta-feira (7) por tempo indeterminado no estado de São Paulo. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Entidades de Assistência e Educação à Criança, ao Adolescente e à Família do Estado de São Paulo (Sitraemfa), há paralisações em várias unidades.

A unidade de Botucatu ainda não havia aderido ao movimento até a tarde desta quinta-feira, segundo informações passadas por funcionários, e durante a semana nenhuma movimentação aconteceu em frente a unidade e a situação era normal. Na manhã desta sexta-feira, os funcionários anunciaram que também estão em greve e fizeram manifesto em frente a unidade.

Sindicato informou que 90% dos centros aderiram ao movimento e a Fundação Casa não divulgou um balanço, mas informou, em nota, que "o atendimento aos adolescentes nos 148 centros socioeducativos se mantém dentro da rotina, sem prejuízo às atividades pedagógicas, ao atendimento de saúde e psicossocial e à alimentação e higiene".

A categoria pede um reajuste de 28,16%, melhores condições de trabalho, licença maternidade de 180 dias, auxílio às crianças com necessidades especiais e outros 64 pontos da pauta de reivindicações. A categoria mantém 30% dos funcionários trabalhando para os serviços essenciais e realiza piquetes em frente às unidades que aderiram ao movimento.