Foras de Forma lança o “Receita de Boleiros – Segundo Tempo”

Fotos: Luiz Fernando

Depois do livro “Receita de Boleiros”, editado em maio do ano passado, o Clube Recreativo Foras de Forma de Botucatu, que tem sede instalada na região do Jardim Tropical, através do presidente Márcio Ebúrneo, anunciou em um almoço de confraternização o lançamento do “Receita de Boleiros – Segundo Tempo”, de autoria dos sócios Mauro “Gol” Alves e Benedito Dito Santa Rosa (Ditinho). O evento aconteceu neste domingo (9) e recebeu um grande número de pessoas.

Como foi o caso da primeira edição, o livro contém receitas inéditas variadas criadas pelos próprios sócios que se reúnem nas noites de quartas-feiras na “comilança” e aos domingos para o tradicional jogo de futebol e almoço de confraternização. Como a edição do primeiro livro fez um sucesso muito grande, os boleiros foram incentivados a lançar a segunda edição.

O que chamou a atenção no lançamento do livro foi uma placa que os autores levaram ao evento. Nela constam os dois livros já lançados e um espaço marcado com uma interrogação, dando a entender que para o ano que vem mais uma edição será lançada, formando uma trilogia dos autores.

Para Mauro Alves o livro é uma obra que é de todos os sócios do clube. “Isso porque o projeto nasceu aqui quando desenvolvemos a ideia de registrar em livro as receitas feitas pelos próprios sócios. O nosso presidente nos deu todo apoio e incentivo e lançamos a primeira edição no ano passado e achamos que iria parar por aí. Entretanto, para nossa felicidade estamos lançando nosso segundo livro que é uma sequência do primeiro”, disse Mauro Alves. “E pode vir mais surpresas por aí”, emendou em tom de mistério.

Dito Santa Rosa argumenta que se não fosse o apoio dos sócios e dos patrocinadores que acreditaram na ideia, os livros não seriam lançados. “O clube é uma extensão da nossa casa e forma uma grande família. Assim sendo, os livros, na verdade, são de todo o grupo associativo. Eu e o Mauro somos apenas os idealizadores do projeto”, disse Santa Rosa. “Não podemos deixar de agradecer a todos os companheiros, indistintamente, que fazem parte do Foras de Forma”, acrescentou.

{n}Rememorando o “Foras de Forma”{/n}

Foi no dia 14 de abril de 1.996, feriado, data em que se comemorava o aniversário da cidade de Botucatu, no campo do Atlético Clube Lajeado, um jogo organizado por Antonio Panhozzi com seus amigos e sobrinhos, com direito a churrasco de confraternização no terreiro de café (Terreirão) da Fazenda Lageado, que nasceu o projeto. Já no dia 01 de setembro deste ano tiveram início os treinos daquele grupo que se tornaria o Foras de Forma de Botucatu.

A partir do mês de outubro de 1.996, com 28 membros, já denominados Foras de Forma de Botucatu, começou a arrecadação da primeira mensalidade no valor de R$ 10,00. Essa mensalidade destinava-se a aquisições de bolas, redes, cerveja e refrigerante, para encontros semanais.

Em março de 1.998, o grupo já contava com 40 integrantes iniciando a arrecadação, além da mensalidade de R$ 10,00, mais R$ 20,00, que eram depositadas em caderneta de poupança para aquisição de uma área própria visando ? construção do Campo do Foras de Forma. Dos 40 integrantes, 29 contribuíram para essa arrecadação, que viria a se transformar em cotas patrimoniais.

Em 24 de julho de 1.998, no auditório da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Botucatu (CDL), houve a 1ª Assembléia para a constituição e fundação da Associação Recreativa Foras de Forma de Botucatu, que contou com a participação dos seguintes senhores: Antonio Aparício Panhozzi; José Roberto Vernini; Osvaldo José Molina; Antonio Sérgio de Melo; Marco Antonio Nogueira Duarte; Euzébio de Almeida Filho; Carlos Roberto Rodrigues Filho; Antonio Cecílio Junior; Carlos Roberto Dorini; Paulo Henrique Silveira Leite; Dirceu Paes de Camargo; Valdilei José Frassetto; Márcio Luiz Ebúrneo; Calêb Casagrande; Jesus Fava; Valdimir Querubin; Wagner Querubin; Elias Querubin; Marcos Rogério Pimentel; Mauro de Oliveira Alves; Sérgio Swain Müller; Clauci da Cruz; Marcelo Ferraz de Lima; Wagner Costa Carreira; Aparecido Donizete Agostinho; Rinaldo Oliveira Ribeiro; Marcos José de Freitas Corvino e Marcel Ricardi Nordi.

Nesta 1ª Assembléia foi aprovado, por unanimidade, o estatuto social e eleita a sua primeira diretoria, que foi assim constituída: presidente – Antonio Aparício Panhozzi; vice-presidente – Antonio Cecílio Junior; secretário – Carlos Roberto Rodrigues Filho; tesoureiro – Clauci da Cruz; diretor esportivo – José Roberto Vernini; diretor social e de eventos – Mauro de Oliveira Alves; Conselho Fiscal (titulares) – João Roberto Vernini; José Matheus Yalenti Perosa e Antonio Sérgio de Melo; Conselho Fiscal (suplentes) – Sérgio Swain Muller; Dirceu Paes de Camargo e Marcelo Ferraz de Lima.

No dia 6 de julho de 1.999, no Primeiro Tabelião de Notas de Botucatu, situado a Rua Dr. Cardoso de Almeida nº 891- Botucatu, a Associação Recreativa Foras de Forma de Botucatu, CNPJ nº 02.923.765/0001-29, representada pelo seu presidente Antonio Aparício Panhozzi, adquiriu dos senhores Valentin Pilan e Cecília Regina Rossetto Pilan uma área de 15.000 m2 no valor de R$ 20.000,00, sendo que na oportunidade contavam em caixa com a quantia de R$ 14.000,00 e o restante foi dividido em três parcelas de R$ 2.000,00 pagas pelos sócios patrimoniais. A partir daí começou a obra: máquinas a todo vapor, tocos de eucaliptos removidos, terraplanagem, plantio do gramado, mudas de árvores, jardinagem e muito trabalho.

Em 29 de abril de 2.001, o sonho daquele grupo que se reunia aos domingos pela manhã para a prática do futebol, bate-papos regados a cerveja, tornava-se realidade, numa grande festa, com a participação dos familiares, amigos e autoridades da cidade, foi inaugurado o campo da Associação Recreativa Foras de Forma de Botucatu. O 1º gol no campo oficial foi marcado pelo Laudemir José Domingues Travensolli (Lau) e no campo infantil o gol inaugural foi assinado por Willian Santos Souza.

Hoje a Associação Recreativa Foras de Forma de Botucatu conta com 66 associados, que, juntamente, com seus familiares e amigos desfrutam do convívio de uma área totalmente cercada por alambrado, com campo oficial iluminado artificialmente, campo infantil, playground e salão de festas.