FMVZ/Unesp adquire equipamento de análise macroscópica forense

prof-noeme-e-equipamentoA Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Unesp, câmpus de Botucatu, conta agora com um equipamento de análise macroscópica forense, adquirido por meio de um edital da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), voltado para subsidiar projetos de pesquisa envolvendo perícias forenses. A aquisição do aparelho se deu no âmbito da parceria entre FMVZ, Universidade Federal de Pernambuco e Universidade Federal do Paraná, voltada para a formação de peritos da Polícia Federal.
As imagens que são utilizadas em demandas judiciais precisam ser bem definidas, com grande resolução, para que, a partir de suas análises, os peritos possam ter certeza sobre informações que podem ajudar a definir autoria e materialidade de um crime, como o tipo de lesão, sua profundidade, seu potencial de dano e o instrumento utilizado. O equipamento de análise macroscópica forense capta as imagens de lesões em tecidos, com as exigências necessárias para sua análise posterior.
“As lesões feitas por armas deixam vestígios. O aparelho permite investigar de forma detalhada esses vestígios, facilitando diversos tipos de medições das áreas lesionadas”, conta a professora Noeme Sousa Rocha, do Departamento de Clínica Veterinária.
“Ele também faz o registro das imagens e gera um código de barras para que seja possível ter certeza de que a peça analisada é mesma a envolvida numa ocorrência. Ao registrar e individualizar a lesão analisada, temos mais segurança para que não aconteçam erros em casos que envolvem demandas judiciais”.
Embora tenha sido adquirido prioritariamente para suporte a projetos de pesquisa, o equipamento de análise macroscópica forense também será usado para atividades de ensino e, caso haja necessidade, na rotina de atendimento do Hospital Veterinário. Três projetos de iniciação científica já em andamento são os primeiros a utilizar o equipamento.“É um aparelho multiusuários que estará à disposição inclusive para ser usado em pesquisas desenvolvidas em outras instituições”.
Instalado provisoriamente no Biorrepositório da área de Patologia da FMVZ, futuramente o aparelho deve ser colocado para uma sala específica para possibilitar seu uso pleno, inclusive com a captação de imagens de grandes animais. Destacando o pioneirismo da Unesp na utilização desse equipamento, o professora Noeme fez questão de ressaltar o empenho da instituição para agilizar sua aquisição através de um processo de importação direta.
“Agora já contamos com esse recurso importante para as nossas pesquisas, graças à colaboração importante dos nossos servidores”.
Assessoria FMVZ