FMVZ e Sebrae destacam sucesso da parceria em 2015

Dentre os temas abordados nas palestras deste ano estiveram: o perfil profissional além da universidade, administração e controle financeiro, formação de preços para venda de serviços e qualidade no atendimento


 
Ao longo de 2015, o Grupo de Estudo de Empreendedorismo da Medicina Veterinária (Geevet) da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp, câmpus de Botucatu, e o Escritório Regional do Sebrae-SP no município promoveram diversas palestras com o objetivo de sensibilizar os estudantes da FMVZ sobre a importância do olhar empreendedor para as suas futuras atividades profissionais.


Dentre os temas abordados nas palestras deste ano estiveram: o perfil profissional além da universidade, administração e controle financeiro, formação de preços para venda de serviços e qualidade no atendimento. No dia 11 de dezembro, a equipe do Geevet fez a sua reunião de encerramento das atividades do ano.

A avaliação positiva feita pelos  alunos foi corroborada pelos testemunhos dos representantes do Sebrae. “A equipe do Geevet superou nossas expectativas esse ano quanto a comprometimento e qualidade de parceria”, destacou Sílvia Funari, diretora do escritório do Sebrae em Botucatu. “Participar das ações em parceria com o Geevet foi incrível. Foram eventos com uma organização formidável e ótimos resultados”, complementou Vitor dos Santos, coordenador da parceria pelo Sebrae.


O professor José Rafael Modolo, criador e coordenador do Geevet, ressaltou que o sucesso das ações de empreendedorismo está diretamente ligado ao conjunto de características comportamentais, como perfil e habilidades, dos atores que estão à frente dos empreendimentos e das atividades de prestação de serviços. “É preciso ter uma boa formação acadêmica, saber buscar informações, se organizar, formular e apresentar seus objetivos, ter ética e humildade e, principalmente, planejar muito”.


Segundo o docente, conhecer a teoria do empreendedorismo pode trazer benefícios aos estudantes de Medicina Veterinária em suas futuras carreiras. “É um instrumento útil que, se for adequadamente utilizado, oferecerá condições para os médicos veterinários compreenderem as novas exigências que o processo globalizante está impondo. Dessa forma, estarão mais bem preparados para um bom desempenho profissional”. ​


Pesquisas realizadas pelo Sebrae mostram que quem age com base nos princípios do empreendedorismo tem a probabilidade do retorno dos clientes e dos consumidores em torno de 95%. Essa probabilidade de retorno fica em cerca de 60% para os profissionais que apenas resolvem problemas e ainda, concorre com quase 70% de perda pelo “mau atendimento”, ou seja, por falhar em satisfazer as necessidades do cliente.

 “Uma atuação profissional bem sucedida contribuirá, portanto, para um processo de transformação da nossa sociedade com reflexo direto na melhoria da qualidade de vida pessoal e, igualmente, da coletividade”, analisa o professor Modolo. “Será possível, assim, ocupar um espaço diferenciado e importante no mercado de trabalho e na sociedade atual e futura”. ​


O professor José Paes de Almeida Nogueira Pinto, diretor da FMVZ, também manifestou sua satisfação pelo sucesso da parceria entre Geevet e Sebrae. “Ter um perfil empreendedor é um diferencial para que um profissional tenha destaque em sua área de atuação. As atividades promovidas por essa parceria são importantes porque preenchem uma lacuna na formação dos nossos alunos e podem fazer a diferença na hora do ingresso no mercado de trabalho. Os docentes e alunos da FMVZ responsáveis por essa iniciativa estão de parabéns”.


O Geevet é formado pelos alunos Carolina Arantes (presidente) Bárbara Freeza, Bruna Bianchi, Laís Belas e Marcela Oliveira. O Grupo tem como colaborador Guilherme Contrucci, residente da Área de Planejamento de Saúde Animal e Saúde Pública. O professor Cassiano Victória é o vice coordenador do Geevet.