Feriados podem atrapalhar o comércio em 2015

Depois de um ano em que a maior parte dos feriados nacionais caiu em finais de semana, 2015 prepara um cenário diferente deixando os lojistas preocupados em amargar mais um ano de fracas vendas no comércio. Serão 11 feriados nacionais em dias úteis, em 2014 foram sete. Além disso,  Botucatu terá o feriado do aniversário da cidade, no dia 14 de abril. Outro feriado municipal, o Dia de Sant`Anna cairá em um domingo (26 julho).

Por causa disso, o Escritório Regional do Sebrae em Botucatu aponta que os lojistas estão tendo uma preocupação a mais em 2015: o alto número de feriados, principalmente no primeiro semestre do ano, o que pode causa queda nas vendas e já faz com que busquem alternativas.

Contando os feriados nacionais e os dias “enforcados”, que são incluídos quando o feriado cai de terça ou quinta-feira, 2015 terá um total de 43 dias em que milhares de brasileiros deixarão de trabalhar, provocando uma paralisação total ou parcial da atividade econômica, aumentando a queda nas vendas.

Para Tatiana Santini, consultora do Sebrae, é importante o empresário refletir sobre o que pode fazer para compensar os dias em que seu estabelecimento ficará fechado. “O mais importante é fazer um planejamento sobre os dias em que vai abrir, analisar e explorar as vendas em datas comemorativas e encontrar outras soluções para minimizar o impacto no seu faturamento”, explica.

O empresário pode buscar alternativas, como o e-commerce e redes sociais, avaliar indicadores e metas para melhor gerenciar a empresa e otimizar os resultados, aplicar técnicas de  visual merchandising, aproveitar as datas comemorativas e investir em treinamento para colaboradores, além de participar de feiras e eventos para entender as tendências do mercado.

O Sebrae em Botucatu possui diversas ações planejadas para o ano de 2015, que incluem cursos, oficinas e palestras, além das consultorias nas empresas na área de finanças, marketing e produção. “Uma novidade para este ano é a Oficina de Prevenção de Perdas no Varejo. São consideradas perdas no setor, toda e qualquer interferência negativa no resultado da empresa, gerando como consequência final a redução do lucro”, acrescentou Tatiana.

A programação para os empresários de Botucatu e região no decorrer deste ano inclui o programa na medida, palestras de visual merchandising, tendências para o mercado de varejo para o vestuário e materiais de construção, oficinas de indicadores de metas, atendimento a clientes, marketing digital e comércio eletrônico.