Felipe Massa não consegue bom resultado em Hungaroring

Mais uma vez o piloto de Botucatu, Felipe Massa, que faz parte da equipe da Ferrari no Campeonato Mundial de Fórmula 1, não escondeu a decepção com sua classificação no Grande Prêmio da Hungria, disputado na manhã deste domingo no Circuito de Hungaroring.

Ele não largou bem e caiu da sétima para a nona posição. Essa falha antes da primeira volta da corrida foi fundamental para que ele não conseguisse melhorar sua posição, já que Hungaroring, historicamente, tem um traçado travado, onde as ultrapassagens são muito difíceis de acontecer.

“A corrida foi decidida na largada para mim. Soltei a embreagem, o carro patinou, o que não é normal. Isso me fez perder duas posições e contou no final. O carro não era tão rápido, a gente não tinha um ritmo muito forte, mas, independentemente disso, essas duas posições foram o que renderam o problema nessa corrida”, justificou o piloto da Ferrari, em entrevista ? Rede Globo

Em relação ao ritmo de corrida em si, Massa afirmou que o carro da Ferrari não se adaptou tão bem ao circuito húngaro. “Não foi só a Ferrari, houve muitas equipes não estavam bem hoje, enquanto outras estavam muito bem.
Isso mostra que não era a pista ideal do nosso carro. A gente tem de agora trabalhar para Spa (Spa-Francorchamps, na Bélgica) e Monza (Itália), pistas completamente diferentes desta. Tomara que a gente tenha um bom carro para ter um ritmo forte”, previu, que a cada corrida aumenta sua possibilidade de não ter o contrato renovado no final do ano para correr a temporada 2013 pela equipe italiana.

Preciso em todo o fim de semana no circuito de Hungaroring, Lewis Hamilton (MacLaren) confirmou seu favoritismo com uma prova irretocável e venceu, aumentando suas chances de lutar pelo título. O inglês precisou resistir ao assédio de Kimi Raikkonen (Lotus), que largou em quinto, fez grande prova e pressionou nas voltas finais, mas acabou em segundo, logo ? frente do seu companheiro de equipe Romain Grosjean. O alemão Sebastian Vettel (Red Bull) ficou em quarto.

O espanhol Fernando Alonso, líder isolado do campeonato terminou na quinta colocação e ainda ampliou a vantagem sobre o vice-líder Mark Webber (Red Bull), o oitavo. Com o resultado, Alonso pula para 164 pontos na liderança do Mundial de Pilotos, e ainda abre vantagem de mais seis pontos na classificação. A diferença para o segundo colocado, Mark Webber, agora é de 40 pontos. O atual campeão Vettel é o terceiro com 122. Felipe Massa tem a 14ª colocação, com 25 pontos, ou seja, 139 a menos que seu companheiro de equipe.

Já o outro brasileiro na F-1, Bruno Senna, após realizar seu melhor treino da temporada e largar na nona colocação, fez uma prova consistente com a Williams e chegou perto de repetir seu melhor desempenho também em provas – foi sexto na Malásia. Na última parte, ele deixou Mark Webber para trás, resistiu ao assédio do australiano e acabou em sétimo e está em 15º na classificação do campeonato, com 24 pontos.

{n}Resultado final de Hungaroring{/n}

1º – Lewis Hamilton (GBR) McLaren-Mercedes – 1h41min05s503
2º – Kimi Raikkonen (FIN) Lotus-Renault – a 1s032
3º – Romain Grosjean (FRA) Lotus-Renault – a 10s518
4º – Sebastian Vettel (ALE) Red Bull-Renault – a 11s614
5º – Fernando Alonso (ESP) Ferrari – a 26s653
6º – Jenson Button (GBR) McLaren-Mercedes – a 30s243
7º – Bruno Senna (BRA) Williams-Renault – a 33s899
8º – Mark Webber (AUS) Red Bull-Renault – a 34s458
9º – Felipe Massa (BRA) Ferrari – a 38s350
10º – Nico Rosberg (ALE) Mercedes – a 51s234
11º – Nico Hulkenberg (ALE) Force India-Mercedes – a 57s283
12º – Paul di Resta (GBR) Force India-Mercedes – a 62s887
13º – Pastor Maldonado (VEN) Williams-Renault – a 63s606
14º – Sergio Perez (MEX) Sauber-Ferrari – a 64s494
15º – Daniel Ricciardo (AUS) Toro Rosso-Ferrari – a uma volta
16º – Jean-Eric Vergne (FRA) Toro Rosso-Ferrari – a uma volta
17º – Heikki Kovalainen (FIN) Caterham-Renault – a uma volta
18º – Kamui Kobayashi (JAP) Sauber-Ferrari – a duas voltas
19º – Vitaly Petrov (RUS) Caterham-Renault – a duas voltas
20º – Charles Pic (FRA) Marussia-Cosworth – a duas voltas
21º – Timo Glock (ALE) Marussia-Cosworth – a três voltas
22º – Pedro de la Rosa (ESP) HRT-Cosworth – a três voltas

{n}Não completaram{/n}

Narain Karthikeyan (IND) HRT-Cosworth
Michael Schumacher (ALE) Mercedes

Foto: Divulgação