FCA forma 24ª turma de Engenharia e 47ª de Agronomia

A solenidade, presidida pelo diretor da unidade, professor João Carlos Cury Saad, contou também com a presença de diversas autoridades, ligadas a diferentes segmentos sociais

 

O Ginásio Poliesportivo da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, na Fazenda Lageado, recebeu um grande público para a solenidade de formatura da 24ª turma de Engenharia Florestal e 47ª turma de Agronomia.

A solenidade, presidida pelo diretor da unidade, professor João Carlos Cury Saad, contou também com a presença das seguintes autoridades: professor Carlos Frederico Wilcken, vice-diretor da FCA; Milton Bosco, secretário Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Abastecimento, representando o prefeito João Cury Neto; vereador Ednei Lázaro da Costa Carreira, representando o presidente da Câmara Municipal André Rogério Barbosa; professor Adriano Wagner Ballarin, patrono dos concluintes de Engenharia Florestal; professor Paulo Torres Fenner, paraninfo dos concluintes de Engenharia Florestal; engenheiro agrônomo Claudio Gomes de Olivira, patrono da turma de Agronomia; professora Sarita Leonel, paraninfa da turma de Agronomia; professor José Paes de Almeida Nogueira Pinto, diretor da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp; professora Maria Dalva Cesário, diretora do Instituto de Biociências; professora Jacqueline do Socorro Costa Caramori, representando a direção da Faculdade de Medicina da Unesp.

Após a entrada do cortejo universitário e dos formandos e a execução do Hino Nacional Brasileiro na viola caipira pelo ex-aluno de pós-graduação Rubens Brito, o professor João Carlos Cury Saad, diretor da FCA, proferiu seu discurso. O dirigente iniciou sua fala clamando pela valorização das universidades públicas paulistas. “Ao devolvermos hoje à sociedade estes formandos, o mais genuíno de nossos frutos, peço o apoio de todos para que as universidades estaduais paulistas continuem desempenhando, com autonomia e com o devido suporte orçamentário, suas atividades-fim de ensino, pesquisa e extensão. Elas são, seguramente, um dos mais valiosos patrimônios do povo paulista”.

O diretor também expressou seu reconhecimento a toda equipe da FCA pelo empenho nas suas funções. “A formação profissional de qualidade que nossos alunos tiveram se deve a cada docente, com o fundamental auxílio de cada servidor técnico-administrativo. Foi um trabalho individual, artesanal, porém integrado e organizado”. E complementou, saudando os familiares: “Hoje se concretiza um sonho do seu filho, de sua filha, que com certeza foi antes sonhado pelos senhores pais e demais familiares. Só os senhores podem avaliar o sacrifício que fizeram para que eles chegassem a esta formatura”.

No encerramento de sua fala, o professor Saad deixou uma mensagem aos concluintes: “Eu desejo profundamente a todos vocês o que desejo aos meus filhos: que sejam cidadãos éticos, que encontrem seu próprio caminho, que se realizem profissionalmente e que sejam pessoas felizes.           Parabéns pela conquista, que Deus os abençoe na nova jornada que iniciam”.

Dando continuidade à cerimônia, a professora Sarita Leonel proferiu seu discurso de paraninfa da turma de Agronomia. “A todos que trabalham no setor agrícola, desde os agricultores familiares, até às grandes empresas, cabe a missão de produzir energia limpa e alimentos saudáveis, preservar os recursos naturais, promover a sustentabilidade e as condições ideais de trabalho aos seus empregados e ainda, gerar dividendos com a atividade. Nesse contexto, está o trabalho profissional do engenheiro agrônomo. Para vocês meus afilhados, deixo a mensagem de confiança de que estão bem preparados e serão capazes de vencer os desafios que lhe serão impostos ao longo da jornada”.

Na sequencia, Rafael Prevelato, orador da turma de Agronomia, fez o seu discurso. Agradeceu os professores, lembrou várias passagens da vida acadêmica e citou a responsabilidade profissional que chega com a formatura.  “Esse é um momento de comemoração e celebração. Depois de cinco anos chegamos ao fim do curso. Uma conquista para nós e para nossos pais. A partir de hoje teremos uma dura missão pela frente: ajudar a alimentar uma população que cresce a cada dia”.

Paraninfo da turma de Engenharia Florestal, o professor Paulo Torres Fenner, fez questão de alertar seus afilhados para a importância do trabalho em equipe. “Converso com muitos executivos da nossa área. Todos são unânimes em dizer que, além da boa formação, o mais importante atualmente é saber trabalhar em equipe. Não há mais espaço para quem não sabe trabalhar dessa forma. Procurem sempre se associar a outros profissionais, trabalhar em conjunto com outras pessoas. É isso o que nos permite superar as nossas imperfeições e aumentar as chances de sucesso”.

O formando Fernando Tiritan Limeira foi o orador da turma de Engenharia Florestal. Agradeceu os pais e ressaltou a amizade com os colegas. “Sou grato a todos vocês pelos ótimos momentos juntos. Com cada um de vocês aprendi a ser uma pessoa melhor, mais humilde e humana. A faculdade é um caldeirão cultural onde pulsam ideias. Essa mistura de culturas nos ensina o respeito pelas mais diversas opiniões, pela decisão coletiva e, principalmente, pelo próximo”. O orador também homenageou os docentes. “Além de ensinar sobre as disciplinas essenciais para a nossa formação também foram exemplos que ofereceram seus conhecimentos para que pudéssemos enfrentar a vida e colocar em prática a nossa profissão. Hoje, somos árvores prontas para dar os frutos que a sociedade espera”.

Após os formandos Bruno Pavão de Assis (Agronomia) e Natália da Silva Lima (Engenharia Florestal) prestarem o juramento, aconteceu a chamada nominal dos concluintes para a outorga de grau e recebimento do diploma.

 

Prêmios

– Faculdade de Ciências Agronômicas, instituído pela Congregação, aos alunos com melhor desempenho: Rafaela Lopes Martin (Agronomia) e Fernando Tiritan Limeira (Engenharia Florestal);

– Instituto de Engenharia do Estado de São Paulo, aos alunos com melhor desempenho: Rafaela Lopes Martin (Agronomia) e Fernando Tiritan Limeira (Engenharia Florestal);

– Honra ao Mérito, instituído pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado de São Paulo: Rafaela Lopes Martin (Agronomia) e Fernando Tiritan Limeira (Engenharia Florestal);

– “Horácio Passos”, instituído pelo Rotary Clube de Botucatu: Rafaela Lopes Martin (Agronomia) e Fernando Tiritan Limeira (Engenharia Florestal);

– Prêmio Professor Tosiaki Kimoto, instituído pela FCA e Fundação Kunito Myasaka: Rafaela Lopes Martin;

– Prêmio Apaef, instituído pela Associação Paulista de Engenharia Florestal: Fernando Tiritan Limeira;

– Prêmio Fepaf de Destaque em Pesquisa, instituído pela Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais: Helen de matos Prosdocini (Engenharia Florestal) e Giovanni Marcello de Angeli Gilli Cóser (Agronomia);

– Prêmio Destaque Acadêmico em Engenharia Florestal: Fernando Tiritan Limeira;

– Prêmio John Deere, outorgado ao aluno com maior média nas disciplinas de Mecânica Aplicada, Máquinas Agrícolas e Mecanização Agrícola: Charles Yukihiro Watanabe;

– Prêmio Diretório Acadêmico da Agronomia e Engenharia Florestal de Melhor Atuação Político-Social Acadêmica: Mirella Santos Moreira (Agronomia) e Gabriel Farias Fabrício (Engenharia Florestal);

Homenagens

Turma de Agronomia: Claudio Gomes de Oliveira (patrono), professores Sarita Leonel (paraninfa), Caio Carbonari, Carlos Alexandre Costa Crusciol, Zacarias Xavier de Barros e os pais.

Turma de Engenharia Florestal: professores Adriano Wagner Ballarin (patrono), Paulo Torres Fenner (paraninfo), Carlos Frederico Wilcken e os pais.

Da Assessoria