FCA comemora 48 anos com reencontro de ex-alunos

A Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, câmpus de Botucatu, comemorou 48 anos de existência, com atividades de integração e homenagens. A programação de comemoração teve início no dia 24 de maio com um café da manhã para alunos, professores e servidores técnico-administrativos, realizado no Terreiro de Café da área histórica da Fazenda Lageado. Um grande público compareceu ao evento que, a cada ano, faz mais sucesso entre a comunidade da Faculdade.

Durante o evento aconteceu o lançamento do livro “Ecos da Terra”, escrito por José Carlos de Pieri, servidor do Departamento de Solos e Recursos Ambientais da FCA. No livro, De Pieri, relata algumas de suas memórias e conta causos de velhos tempos da Fazenda Lageado, onde foi nascido, criado e desenvolveu a maior parte de sua vida profissional. Com a presença de seus familiares e prestigiado pelos colegas de trabalho, De Pieri autografou o livro e posou para fotos.

A Sessão Solene da Congregação comemorativa ao aniversário da Faculdade teve início ? s 10h, no auditório Paulo Rodolfo Leopoldo. Compuseram a mesa da solenidade, além dos professores João Carlos Cury Saad e Carlos Frederico Wilcken, diretor e vice-diretor da FCA, o vereador Ednei Carreira, presidente da Câmara Municipal; Milton Bosco, subsecretário municipal de Agricultura; o professor Edivaldo Domingues Velini, ex-diretor da FCA e presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Unesp (Fundunesp); o professor Leonardo Theodoro Büll, ex-diretor da FCA e assessor da Pró-Reitoria de Administração da Unesp; professor José Paes de Almeida Nogueira Pinto, diretor da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp; professor José Carlos Peraçoli, vice-diretor da Faculdade de Medicina da Unesp e Alberto Honda, superintendente da Fundação Shunji Nishimura de Tecnologia.

A cerimônia teve início com homenagens aos servidores docentes e técnico-administrativos que completaram 25, 30 e 35 anos de trabalho.
Na sequencia, aconteceu o descerramento do quadro com a fotografia do professor Edivaldo Domingues Velini, que irá compor a galeria dos ex-diretores da FCA. Em seu discurso, o professor Velini fez questão de agradecer a comunidade pelo auxílio que teve em sua gestão. “Existe alguma coisa de especial na equipe de gestão da FCA, pois praticamente todos os nossos diretores também assumiram alguma função na Unesp após o cumprimento do seu mandato aqui. Hoje trabalho para atender toda a Unesp, mas sem perder os laços com a FCA. Minha atuação junto ? Fundunesp tem sido muito mais simples graças a tudo o que vocês me ajudaram e me ensinaram ao longo dos meus quatro anos como diretor”.

Em seu pronunciamento, o professor Saad ressaltou a trajetória de sucesso da Faculdade. “Ao completar 48 anos a FCA é uma unidade universitária atuante nos mais diversos cenários. Nossa história inspira respeito, reconhecimento, memória e comprometimento com o presente, para termos um futuro ainda melhor”.

O diretor da FCA homenageou os servidores que completaram 25, 30 e 35 anos de trabalho. “Boa parte de suas vidas foi dedicada a construir o que somos hoje. Obrigado pelo que fizeram e por estarem aqui conosco. Como podemos honrar nossa história e homenagear aqueles que a construíram?

Creio que é mantendo vivos os melhores sentimentos daqueles que nos trouxeram até aqui, que serviram a FCA acima de seus interesses, inovaram, sonharam, foram destemidos e incansáveis. Parabéns para todos os que colocaram a FCA no caminho da excelência”.

{n}Encontro de ex-alunos{/n}

A programação de aniversário se completou no dia 25, com o encontro de ex-alunos dos cursos de graduação em Agronomia e Engenharia Florestal. O auditório Paulo Rodolfo Leopoldo ficou lotado. Muita emoção marcou reencontros de colegas, especialmente os das turmas homenageadas. No caso da Engenharia Florestal, estiveram presentes ex-alunos que completaram 20, 15, 10 e 5 anos de formados. As turmas de Agronomia homenageadas completavam 45, 40, 35 e 30 anos de formadas.

Um fato especial no evento foi a presença de vários dos integrantes da primeira turma de Agronomia, que completava 45 anos de formatura. Os primeiros alunos foram também os criadores de fato da FCA. Habilitados a cursar Agronomia na Esalq/USP, o grupo de 21 vestibulandos não foi matriculado, sendo considerados excedentes. Eles se articularam e fizeram valer seus direitos, numa ação que resultou na criação do curso de Agronomia da antiga Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu (FCMBB), instituto isolado que deu origem ? s quatro unidades da Unesp em Botucatu.

Luiz Custódio Cotta Martins, um dos formados na primeira turma ressalta a emoção de voltar a Botucatu e relembra as grandes ações empreendidas naqueles tempos. “Reencontrar a turma e voltar aqui, principalmente no Lageado, que nós lutamos para agregar ? Faculdade, é um orgulho. Também foi uma luta grande para que conseguíssemos que o governador Ademar de Barros criasse a Faculdade em Botucatu para nos absorver. Além disso, foi aqui que protestamos contra a ditadura militar, adquirimos e fortalecemos nossas convicções democráticas, que nos acompanham até hoje na vida profissional”.

José Luiz Guimarães Souza, também formado pela primeira turma, reafirma a grande alegria de comemorar a data. “Tenho um orgulho grande pela minha participação nessa história. Desde que ficamos excedentes pela Esalq/USP, minha casa em Piracicaba ficou sendo um centro de reuniões para nos articularmos”, relembra. “Depois fui docente no Departamento de Solos e pude colaborar no desenvolvimento da Faculdade, pois fomos o primeiro departamento a vir para a o Lageado. Hoje ao ver essa grandiosidade, eu respiro fundo e estufo o peito”.

A professora Maria Elena Delachiave, presidente da Associação dos Ex- Alunos de Agronomia saudou os presentes e lembrou os 25 anos de atuação da Associação. “Ela é fruto do desejo inconteste de manutenção dos profundos laços de amizade cultivados na trajetória acadêmica dos que participaram do crescimento e do fortalecimento da FCA”. Arrancando aplausos dos presentes, a professora dirigiu suas palavras aos integrantes da primeira turma de Agronomia. “Se não fossem vocês talvez não estivéssemos nem aqui, não haveria agrônomos formados pela FCMBB e FCA de Botucatu. Seremos eternamente gratos pela luta de vocês. Talvez sejamos o único curso na história do país criado por alunos”.

A presidente da Associação dos Ex-Alunos de Engenharia Florestal, professora Renata Cristina Batista Fonseca, também saudou as turmas de Engenharia Florestal. “Agradecemos os que vieram de longe para esse evento que é tão importante, porque trata daquilo que somos e sentimos. Voltar ? nossa casa e reencontrar os amigos com quem dividimos um tempo tão precioso de nossas vidas é muito bom”.

A professora também ressaltou a consolidação do curso. “Hoje somos mais de 500 engenheiros florestais espalhados por todos os biomas brasileiros, trabalhando no meio rural e urbano, nas mais variadas áreas da ciência florestal. Fico muito feliz ao ver a atuação dessas novas gerações, realizando nossos antigos sonhos e mantendo nossa tradição, com comprometimento, motivação e alegria”.

A professora Magali Ribeiro da Silva, do Departamento de Ciência Florestal da FCA, prestou uma homenagem a Salvador Ribeiro da Silva, seu irmão e aluno da primeira turma de Engenharia Florestal que “sempre foi uma referência para as turmas que vieram depois, um verdadeiro mestre que com gentileza, paciência e humildade nos ensinou os primeiros passos para a reflexão, organização e mobilização em busca da melhoria do nosso curso”.

Ao receber a homenagem, o engenheiro florestal fez uso da palavra. “Temos que honrar e agradecer todos os que participaram da construção desse espaço de ensino. São professores e funcionários que trouxeram para nossa vida exemplos que carregamos até hoje”.

A solenidade teve ainda o pronunciamento do ex-aluno da primeira turma Walter Cover, na época presidente do Centro Acadêmico Pirajá da Silva que congregava os estudantes de todos os cursos da então FCMBB. “Pensando nas dificuldades que tivemos naquele início, não tínhamos realmente a dimensão do que isso se tornaria. Quero desejar apenas que essa semente possa prosperar ainda mais dizendo que estaremos sempre presentes no coração dessa escola e enquanto pudermos, estaremos aqui para dividir essa alegria com vocês”.

A solenidade teve ainda mensagens dos ex-diretores da FCA Julio
Nakagawa, Ricardo Antonio de Arruda Veiga, Leonardo Theodoro Büll e Edivaldo Domingues Velini, além do atual diretor, professor João Carlos Cury Saad que falou aos ex-alunos. “É uma alegria receber vocês aqui novamente. O que nos une não é a presença física, mas sim as experiências vividas que nos marcaram para sempre. Esse reencontro reaviva sentimentos genuínos e marcantes, relíquias de um período único de nossas vidas. O convívio que aqui tivemos não se desfaz”.