Ética em pesquisas com animais é debatida

A Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) deu início na noite desta sexta-feira (5), ao II Encontro dos Comitês de Ética em Experimentação Animal e 1º Encontro dos Secretários, no Salão Nobre da instituição. Participaram do evento representantes do corpo docente, discente (graduação, pós-graduação, residência, aprimoramento), médicos veterinários, biólogos e demais profissionais.

Paralelamente, os Programas de Pós-graduação em Anestesiologia, Bases Gerais da Cirurgia, Doenças Tropicais, Ginecologia, Obstetrícia, Mastologia e Fisiopatologia em Clínica Médica oferecerão a disciplina “Tópicos Especiais: Ética em Experimentação Animal” (1 crédito). Assim, aos alunos dos referidos programas que participarem do Encontro será concedido também um crédito em disciplina (alunos regulares de outros Programas de pós-graduação também poderão participar na qualidade de alunos vinculados).

O encontro objetiva intercâmbio entre diversos comitês de ética em experimentação animal da Unesp, Unicamp, USP, entre outros, visando padronizar melhor as diversas etapas das avaliações dos projetos,
A cerimônia de abertura contou com a presença da pró-reitora de Pesquisa da Unesp, professora Maria José Soares Mendes Gianinni; da diretora da FMB, professora Silvana Artioli Schellini; da chefe de Gabinete do Hospital das Clínicas da FMB, Irma de Godoy, e das presidentes do Comitê de Ética em Experimentação Animal e Comissão Permanente de Pesquisa da FMB, professoras Maria Rosa Bet e Ligia Rugolo, respectivamente.

A pró-Reitora afirmou que o Encontro dos Comitês de Ética em Experimentação Animal se consolida como um marco para Unesp. Para ela, trata-se de uma oportunidade de os participantes atualizarem seus conhecimentos a respeito da legislação vigente em relação ao uso de animais em pesquisas.

“É um tema que avançou bastante em nossa universidade, mas ainda temos dificuldades em alguns comitês locais. A Pró-Reitoria de Pesquisa tem dado todo o apoio para que os comitês possam oferecer suporte aos graduandos, pós-graduandos e docentes”, destacou a professora Maria José.

Segundo a pró-reitora, o uso de animais em pesquisas experimentais, principalmente na área médica, é fundamental. Mas ela frisa que, embora no Brasil isso ainda seja pouco comum, é possível reduzir o envolvimento deles em pesquisas. “Ainda não é possível substituir todos os animais, por isso é preciso trabalhar com eles de maneira adequada, com ética. Precisamos avançar nesse aspecto”, ratifica.

Juntamente com sua equipe, ela tem trabalhado para que as unidades da Unesp possam dispor de biotérios com condições necessárias para a correta manutenção dos animais utilizados em experimentos.

Professora Silvana Schellini, diretora da FMB, valorizou a presença de representantes dos comitês de diferentes faculdades e, em seguida, comentou sobre a importância do primeiro palestrante do dia, o professor emérito Willian Saad Hossne, para o desenvolvimento dos aspectos éticos na pesquisa brasileira. O docente falou sobre “Bioética em Experimentação Animal”.

“Ele foi o responsável pela idealização e implantação de nossos laboratórios experimentais, que tanto colaboraram para o crescimento das pesquisas em nossa escola. Além disso, professor Saad foi fundamental na elaboração dos códigos de ética em pesquisa que conhecemos hoje”, colocou. Para encerrar sua fala, a dirigente convidou pesquisadores de outras unidades da Unesp a desenvolverem estudos em parceria com a FMB.

Fonte:
Leandro Rocha
Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB