Esgotaram-se as vagas para curso de línguagem de sinais

O Núcleo de Atendimento Pedagógico Especializado (Nape) “Alcyr de Oliveira”, vinculado a Secretaria Municipal de Educação, informa que todas as vagas para a segunda turma do curso gratuito de língua brasileira de sinais (libras), destinado a todas as pessoas interessadas em se comunicar com deficientes auditivos já foram preenchidas.
O agende de atividades escolar do Nape, Denivane Alves da Silva, ressalta que a procura curso foi muito grande pela população, desde que as inscrições foram abertas. “As duas turmas foram preenchidas antes do término (das inscrições)”, comenta.

As aulas da primeira turma do curso serão realizadas a partir desta segunda-feira (7) e se prolongam até dia 18 de janeiro e a segunda no período de 21 de janeiro a 1º de fevereiro. As atividades serão dividas em dois horários na parte da manhã, das 10h30 ? s 12h30 e ? tarde, das 16 ? s 18 horas. O curso será realizado na própria sede do Nape, localizada na Rua Amando de Barros, nº 1.520, no Centro.

{n}Libras{/n}

A Língua Brasileira de Sinais foi desenvolvida a partir da língua de sinais francesa. As línguas de sinais não são universais, pois cada país possui a sua, com estrutura gramatical própria. Os sinais são formados por meio da combinação de formas e de movimentos das mãos e de pontos de referência no corpo ou no espaço.

Segundo a legislação vigente, Libras constitui um sistema linguístico de transmissão de ideias e fatos, oriundos de comunidades de pessoas com deficiência auditiva do Brasil, na qual há uma forma de comunicação e expressão, de natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria.