Escultor de Botucatu tem diversos trabalhos no Brasil

O escultor e fotógrafo técnico pericial, Pedro César é reconhecido, nacionalmente, pelos trabalhos que desenvolve, principalmente, na confecção de peças e esculturas em bronze. A vocação por esculturas veio aos oito anos quando começou a esculpir peças em madeira e pedra. Realizou inúmeros trabalhos em bronze, cimento, aço cromado, fibra de vidro, borracha, alumínio, musgo, pelúcia, esculturas mecanizadas e outros. Chegou ser contratado para fazer uma taxidermia (ato de empalhar ou embalsamar) em uma cadela de nome Mila.

O animal pertence a uma família da cidade que procurou os serviços do escultor, já que não quis enterrar o animal para mantê-lo em seu estado natural. “O animal mostra sua presença melhor do que em uma foto. A cadela manteve suas formas reais, apenas não possui seus movimentos, diminuindo assim em 80% o sofrimento e a falta do animal. É mais bonito você conservar o que pode ser conservado do que jogar tudo ao lixo”, coloca.

Ao longo dos anos recebeu 28 certificados de exposição, premiação por arte e criação no Rio de Janeiro e vários destaques em jornais, revistas e televisão da região. Também foi homenageado pela Academia Botucatuense de Letras (ABL), como escultor perfeccionista.

Entre os muitos trabalhos desenvolvidos por Pedro Cesar e que estão espalhados por diferentes cidades brasileiras, destacamos sua participação no Fantástico da TV Globo ao confeccionar um fuzil AR 15 rústico para a investigação da segurança dos aeroportos do Brasil e o resgate físico do chupa-cabras que se transformou em uma exposição itinerante.

É dele a estátua de Nossa Senhora do Divino Pranto do Instituto Santa Marcelina do Brasil, assim como a estátuas em bronze da dupla Tonico e Tinoco, em tamanho natural, para a Prefeitura de São Manuel; a estátua em tamanho natural, também em bronze, do fundador da cidade de Botucatu, Capitão José Gomes Pinheiro, a qual encontra-se instalada defronte ? Diretoria de Ensino, no centro da cidade.

Fez o busto do cantor João Paulo, da então dupla João Paulo e Daniel, a pedido do empresário Hamilton Régis Policastro, o qual foi instalado na estância Nathalya. Isso sem falar da estátua do Beto Carrero, em tamanho natural que foi feita para dar boas vindas aos visitantes do parque temático do Beto Carrero World, em Santa Catarina.

Foi criação de Pedro Cesar a decoração do Fantasy Acqua Clube, o clube aquático do apresentador Gugu Liberato, trabalho esse que durou por volta de um ano e confeccionou estátuas em miniatura do jogador Pelé para a cidade de Santos, que foram utilizadas para presentear representantes de outros países. Confeccionou a estátua de Raul Torres, compositor botucatuense para a Praça do Bosque em Botucatu e fez três estátuas de São Judas Tadeu com três metros de altura em cimento para o Hospital do Câncer de Barretos e uma Bíblia com seis metros de altura em estrutura metálica instalada na Praça do Paratodos para a prefeitura de Botucatu.

“Seria muito difícil enumerar as peças que confeccionei ou para quantas cidades do Brasil já prestei serviço. Foram muitas graças a Deus e tenho que entregar ainda este ano peças em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, entre outros”, conta Pedro Cesar, revelando que seu mais recente trabalho de grande porte foi uma pomba de duas toneladas colocadas na entrada da cidade de Divinópolis.