Eleição na OAB promete uma “briga” acirrada

A eleição da Ordem dos Advogados do Brasil – Subsecção de Botucatu prevista para acontecer no próximo dia 29 de novembro, no horário comercial deverá ser bastante acirrada. Duas chapas foram montadas para o pleito e disputam o voto de, aproximadamente, 700 advogados que militam na Comarca. O voto não é obrigatório.

Está previsto que a apuração dos votos acontece logo após o término do pleito, onde será aclamado o grupo que irá administrar a entidade, atualmente, presidida por Samir Daher Zacharias, que, por motivos particulares, optou por não concorrer ? reeleição.

A chapa “Em Defesa da Advocacia” é encabeçada por Evandro César Pires Rizzo, candidato a presidência, tendo como companheiros: Ricardo Alessi Delfim (vice-presidente); Rafael Monteiro Teixeira (secretário geral); Raquel Cristina Barbuio (secretária geral adjunta) e Luciano Augusto Fernandes Filho (tesoureiro). Como conselheiros da chapa estão os advogados José Luiz Delmanto, Anésia Maria Godinho Giacóia, Everaldo Nogueira e Marcos de Souza Consorte.

Já a chapa “Renovação e Compromisso”, traz como candidato a presidência André Murilo Parente Nogueira. Com eles estão Antônio Aparecido Alves Costa (vice-presidente); Sandro Roberto Nardi (secretário geral); Lélia Leme Sogayar (secretária geral adjunta) e Carmino De Léo Neto (tesoureiro). Apóiam a chapa como conselheiros: Antônio Jamil Cury Júnior, Mônica Balesteros Silva, Túlio Werner Soares Filho e Paulo Sérgio Lopes Furquim.

Embora a campanha esteja transcorrendo de maneira bastante ordeira e pacífica os dois grupos adversários estão procurando passar aos advogados com direito ao voto suas propostas de gestão. Estarão aptos a votar os advogados inscritos perante a seccional que estejam adimplentes com suas anuidades até trinta dias antes das eleições.