Duratex se manifesta sobre a greve dos funcionários

Foto: Luiz Fernando

 

A Duratex de Botucatu,  uma das maiores empresas do mundo na fabricação de chapas de fibras prensadas, através de sua assessoria de imprensa, encaminhou uma nota oficial sobre o seu posicionamento com relação a greve dos funcionários iniciada na manhã deste domingo. Abaixo a íntegra da nota 

A Duratex respeita o direito de manifestação pacífica por parte de seus colaboradores e preza por manter um relacionamento sadio e de parceria com o Sindicato da Construção Civil e Mobiliário de Botucatu. Entretanto, a empresa lamenta que o desfecho das negociações tenha culminado em greve, evento que pode causar prejuízos não apenas para a empresa, mas principalmente para os colaboradores e para a comunidade de Botucatu e região.

A Duratex informa que, desde o início da data base, vem realizando várias reuniões com o Sindicato da Construção Civil e Mobiliário de Botucatu. A empresa apresentou sucessivas propostas até chegar a uma proposição que considera justa e adequada ao momento de dificuldades do setor.

A Empresa sempre esteve aberta a negociações e, como faz todos os anos, em nome da transparência e da boa governança, compartilha com seus colaboradores e a comunidade o andamento das conversas 

Após intensas negociações e, apesar de todo cenário econômico desfavorável, a Duratex apresentou ao Sindicato a proposta de reajuste salarial de 6,06% retroativo a julho de 2014, aplicável a todos colaboradores, equivalente à reposição integral da inflação. Além disso, a Empresa também ofereceu a redução de 39% no custo da coparticipação em consultas médicas de Pronto Atendimento, passando de R$18 para R$11,17, além da garantia de manutenção das demais cláusulas do Acordo Coletivo anterior.

A Duratex reafirma seu compromisso com seus colaboradores e comunidade de Botucatu, gerando empregos e promovendo o desenvolvimento social e econômico sustentável. E, também, reforça o caminho de entendimento mantendo sua proposta para renovação do Acordo Coletivo e retomada das atividades na fábrica.