Dragões da Vila comemora os seus 42 anos de atividades

 

Fotos: Valéria Cuter

 

Em clima de muita descontração, a Associação Recreativa Dragões da Vila dos Lavradores  que funciona na  Rua Galvão Severino, comemorou com um baile/show bastante concorrido os seus  42 de atividades. Noite foi animada por Vado Negri  e Banda. 

Clube foi inaugurado como Grêmio Recreativo Escola de Samba Dragões da Vila dos Lavradores  e por muitos anos fez parte do carnaval de rua de Botucatu e se tornou a mais completa agremiação carnavalesca da cidade, com a participação maciça dos moradores do bairro.  Seu derradeiro desfile aconteceu em 1995 e, desde então, seu salão de festas passou a ser usado pela comunidade.

Diferentemente de outros clubes da cidade, embora tenha diretores constituídos, não existe um grupo associativo que paga mensalidades ou funcionários. “O clube sobrevive graças aos eventos particulares que são realizados como festas de casamentos, noivados, bailes de carnaval, aniversários, enfim, diversas festividades familiares, entre outros”, elenca o atual presidente Antônio Cecílio Júnior, o Juninho.  “O que é arrecadado no clube é investido no próprio clube”, completa o presidente.

O Dragões da Vila é um dos poucos clubes do Brasil que mantém a pura  essência dos antigos bailes carnavalescos. “Essa é uma tradição que mantemos. No nosso carnaval são tocadas marchinhas, frevos e enredos de escolas de samba.  Essa é a recomendação que fazemos às bandas que são contratadas para animar a noite. Não misturamos outros ritmos para não tirar a magia dos velhos carnavais”, explica Cecílio.

O clube também realiza serestas, com uma presença de público acima da média (os ingressos sempre se esgotam com muita antecedência) especialmente, naquelas em que são homenageados os pais, as mães e o clube no dia do seu aniversário.  Já passaram pelo clube nestas festas, artistas como Demônios da Garoa, Jamelão e a Orquestra Internacional Casino de Sevilla, Espanha.

O casal José Luiz de Oliveira, o Zezo, e Alessandra Lucchesi de Oliveira, sempre marca presença nos eventos promovidos pelo clube. “O principal é que ao longo desses anos, a diretoria procura realizar eventos de nível e ninguém sai daqui insatisfeito. Por isso a procura é grande”, colocou Zezo.  “Aqui se faz o encontro de amigos e o congraçamento de familiares. É muito gostoso. Por isso, nem bem termina um evento e a gente já fica pensando no próximo”, complementou Alessandra.