DOE publica edital para duplicar rodovia em Botucatu

O Diário Oficial do Estado publicou o edital 073/2013 que trata da abertura da licitação para contratação das obras e serviços de duplicação e melhorias na Rodovia Antonio Butignolli (SP-254/300), no trecho entre a Rodovia Marechal Rondon e o campus da Unesp, em Rubião Júnior. O valor orçado pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) é de R$ 11.069.241,11.

A contratação da empresa será feita através da modalidade concorrência pública. A sessão pública para abertura dos envelopes com as propostas de preço e documentações está marcada para o dia 26 de agosto, na sede do DER, em São Paulo. O prazo para execução das obras é de seis meses.

A duplicação da Antonio Butignolli, importante via de ligação entre as regiões oeste e norte da Cidade era pleiteada pelo prefeito João Cury desde 2011. No último mês de junho, ao receber representantes da prefeitura em audiência, o superintendente do DER, Clodoaldo Pelissioni confirmou a execução da obra.

“A obra está autorizada e incluirá ciclovia, viaduto e todos os dispositivos necessários para melhorar as condições de tráfego e segurança aos moradores da região e usuários da rodovia. Após a publicação da licitação acredito que no prazo de noventa dias teremos a assinatura do contrato e ainda esse ano iniciaremos essa obra que é tão importante para a população de Botucatu”, informa Pelissioni.

A estrutura precária da estrada vinha preocupando a Prefeitura já que o tráfego de veículos é intenso no local. O prefeito ressalta que o projeto prevê a construção de um viaduto que contribuirá para o crescimento do Jardim Centenário e a obra vai melhorar as condições de acesso e segurança para o campus da Unesp em Rubião Júnior, a Famesp, o Hospital Dia e a empresas importantes como a Caio Induscar e Irizar.

“Nos horários de pico o trânsito na Antonio Butignolli é bastante complicado. Conseguimos demonstrar ao DER a importância de sua duplicação e mais uma vez o governador Geraldo Alckmin foi sensível ao nosso pleito liberando os recursos para execução da obra. A Liga do Trauma tem números alarmantes de atropelamentos que acontecem no local já que a estrada não conta nem mesmo com acostamento. Já iluminamos a estrada e agora, com a construção da ciclovia, vamos levar mais segurança aos usuários. É mais uma grande conquista para Botucatu”, comemora Cury.