Docente da FMB participa de Workshop na Itália

Entre os dias 29 e 31 maio, a professora Ana Lucia dos Anjos Ferreira, do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), participou do Workshop Integrado na Universit? di Bologna, na Itália. Na ocasião, representantes do Instituto de Estudos Brasil Europa (IBE) discutiram e elaboraram o texto final do Position Paper, carta de intenções destinada ao Parlamento Europeu, que tem como objetivo apresentar a programação de trabalhos para os próximos anos e descrever as ações acadêmicas e políticas do Instituto com o propósito de fortalecê-lo como interlocutor das universidades.

O documento será enviado, no dia 17 de junho, para o Ministério das Relações Exteriores e para a Delegação da União Europeia, em Brasília, com a finalidade de ser apresentado na reunião do Comitê Diretivo de Cooperação Brasil – União Europeia.

“Esta apresentação deverá influenciar as políticas públicas de colaboração e de elaboração de instrumentos para implantação da pesquisa nestes temas no Brasil”, afirmou Ana Lúcia, coordenadora de Diálogos da área Saúde e Biologia do IBE.

Durante o workshop, membros das cinco áreas do IBE (Saúde e Biologia, Ciências Sociais, Humanidades e Artes, Ciências, Políticas e Tecnologia) ficaram responsáveis pela redação de um capítulo específico da Position Paper.

Representando a área de Saúde e Biologia do Instituto, a professora Ana Lucia dos Anjos Ferreira redigiu um capítulo sobre o tema. Nele, foram abordados três principais sub-áreas por meio das quais Brasil e Europa podem identificar a necessidade comum de pesquisa e inovação. São elas: determinantes sociais da Saúde e Saúde como um Direito; melhoria da saúde e bem-estar abordando a dimensão sócio – econômica e a inclusão social e aumento da inovação para as indústrias e serviços relacionados ? saúde.

“Dentro do contexto das três sub-áreas destaca-se o tema envelhecimento, que corresponde a uma das principais questões sugeridas pela Comissão Europeia e contempla um dos eixos temáticos trabalhados pelo IBE. O interesse comum pelo tema é respaldado pelo crescimento dessa população”, explicou a professora do Departamento de Clínica Médica da FMB.

{n}Sobre o IBE {/n}

O IBE promove o desenvolvimento do ensino e da pesquisa em temas que a experiência europeia possa agregar valor e aportar uma contribuição relevante para enfrentar os desafios de desenvolvimento do Brasil e melhorar as políticas e programas nacionais correspondentes. As áreas de conhecimento correspondem a temas de interesse mútuo entre Brasil e Europa: Saúde e Biologia (coordenados pela Unesp); Ciências Sociais, Humanidades e Artes (coordenados pela UNICAMP); Ciências e Tecnologia (coordenados pela USP) e Políticas (coordenado pela UFMG).

Fonte: Vinicius dos Santos
Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB