Desfile de moda do SENAI atrai bom público no Brasil Itália

Vanessa – Priscila – Letícia – Bruna – Paola – Laís – Daiene – Daiana – Elen – Amanda e Gabriela. Foram estas as meninas do Curso de Aprendizagem de Costureira Industrial do SENAI “Luiz Massa”, de Botucatu, que protagonizaram um desfile de modas na noite desta sexta-feira na passarela montada no salão do Centro Cultural Brasil Itália, na Rua João Passos, região central da cidade. O evento foi bastante concorrido e recebeu bom público.

O orador do evento, que fez uma explanação geral sobre o trabalho das aprendizes e a finalidade do desfile e anunciou cada uma das participantes, foi o locutor Dany Aguiar e a abertura oficial coube ao diretor do SENAI, José Maria Milani. O tema levou o nome de “LadyLike”. Sobre o tema escolhido para o desfile, a instrutora da Oficina de Confecção, Maria Carvalho, diz que significa a mulher que gosta de se vestir bem e estar sempre acompanhando a tendência da moda.

A idéia desse evento nasceu no início do ano e as meninas desfilaram com as roupas que elas mesmas confeccionaram na oficina, gradativamente, aproveitando os momentos de folga do aprendizado. “Cada menina teve a liberdade de criar seu próprio estilo. Nosso trabalho foi o de orientar. Para isso, fizeram uma pesquisa de mercado para avaliar a tendência da moda atual e confeccionar as roupas com as quais desfilaram”, explicou Maria.

Segundo a instrutora, o curso foi desenvolvido em 800 horas (um ano) nas instalações da Escola SENAI de Botucatu, inteiramente gratuito, para jovens de baixa renda da região que tenham idade entre 14 e 18 anos. E foram as próprias concluintes que se apresentaram para o desfile de modas.

Para confeccionar as roupas, as aprendizes criaram o modelo, desenho do figurino, modelagem, corte e confecção das peças e o desfile foi dividido em duas partes. Inicialmente, na passarela, as meninas desfilaram com o traje social. “Elas mostraram com muita graça e leveza os trajes confeccionados na oficina do próprio SENAI”, observou a instrutora.

Na sequência elas mostraram a criatividade no desfile de customização. Para isso, cada desfilante customizou (mudou, criou, acrescentou, criou) uma camiseta e fez dela seu próprio estilo, adaptando desenhos e formas variadas, fechando com chave de ouro o LadyLyke 2010.

Fotos: Valéria Cuter