Depois de impasse empresa paga direitos a funcionárias

Fotos: Luiz Fernando

 

Na tarde desta terça-feira (14) o advogado Danilo da Costa Carreira efetuou o pagamento dos direitos trabalhistas de 23 funcionárias da empresa SS Limpeza de Botucatu (foto) que ganhou uma licitação em Tietê para prestar serviços de limpeza em escolas daquele Município.

As funcionárias foram demitidas em 12 de setembro e não haviam recebido os direitos trabalhistas e 15 delas vieram de Tietê a Botucatu nesta segunda-feira (13) em um veículo van para discutir o impasse com o advogado, que defende os interesses da empresa. As trabalhadoras alegam que estão dois meses sem salário. Por isso, elas fizeram um protesto em frente à prefeitura de Tietê quase 20 dias depois das demissões.

Depois da reunião o advogado afirmou que os salários e o valor de outros encargos devidos estariam na conta corrente de cada funcionária nesta terça-feira. Alega que em virtude de um problema administrativo no sistema da empresa, o pagamento não foi processado. “Hoje entregamos a elas não só a rescisão, como a cópia do comprovante de pagamento. Em media cada uma tinha direito receber R$ 4 mil, entre salários, direitos trabalhistas e multas rescisórias. Isso dá um montante de, aproximadamente, R$ 100 mil. Felizmente conseguimos resolver o impasse”, disse Carreira.

Ele realça que não houve atraso no repasse do serviço terceirizado da Prefeitura. “A empresa que é idônea passou por um problema financeiro e teve dificuldade em fazer o pagamento dos direitos trabalhistas, salários e multas rescisórias, mas não mediu esforços para quitar seus compromissos com as funcionárias”, frisou Carreira. A homologação do encerramento dos contratos das funcionárias está programada para quinta-feira (16), no Ministério do Trabalho.