Corpo de piloto morto em queda de avião é liberado pelo IML; velório será em Sertãozinho

 

Foto: Facebook
Foto: Facebook

Na manhã deste sábado, 09, o corpo do Piloto Elias Sanches Casanova, de 38 anos, foi liberado pelo Instituto Médico Legal de São Manuel. Natural de Ribeirão Preto, ele residia atualmente em Sertãozinho, interior Paulista.

O piloto será velado complexo funerário Mazer, em sertãozinho. A previsão de chegada do corpo está estimada entre 15 ou 16 horas. O sepultamento será na manhã deste domingo, dia 10.

 

Relembre o caso

Divulgação
Divulgação

Com o acidente, o fornecimento de energia ficou prejudicado nas cidades de Botucatu, São Manuel, Pardinho e Barra Bonita, atingindo uma população estimada em 67 mil pessoas. Somente após às 22 horas a transmissão foi completamente estabelecida.

O avião caiu por volta das 17h30, após se chocar contra fios de uma linha de transmissão de energia sobre a Fazenda Graminha, de propriedade da empresa Citrosuco S/A Agroindústria. O local fica às margens da Rodovia SP-191, Geraldo Pereira de Barros, entre Botucatu e São Manuel.

O acidente causou a interrupção de energia em cidades como Botucatu, São Manuel, Pardinho e Barra Bonita. A população atingida pela queda de energia foi estimada em 67 mil pessoas. A transmissão só foi reestabelecida por completo por volta das 22 horas.

Foto: Acontece Botucatu
Foto: Acontece Botucatu

As equipes do Corpo de Bombeiros de Botucatu, comandadas pelo Capitão PM Winckler, atenderam ao chamado e chegando no local constataram que a vítima estava sob a aeronave. Iniciaram de imediato a retirada das ferragens com o uso de ferramentas específicas de elevação de estruturas, obtendo êxito após aproximadamente 5 minutos.

Foi feito a retirada rápida da vítima e o transporte imediato ao HC da FMB, realizando a ressuscitação cardiopulmonar, pois a vítima estava inconsciente e em parada cardiorrespiratória. Apesar dos esforços, o piloto não resistiu. Segundo informações extraoficiais, ele teria morrido intoxicado ou afogado com o produto que transportava, já que a aeronave ficou de cabeça para baixo depois da colisão com os fios.