Conselho da População Negra toma posse

O auditório Cyro Pires, da Prefeitura Municipal de Botucatu sediou a cerimônia de posse dos novos membros do Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento da População Negra (CPDPN) de Botucatu. A eleição da diretoria executiva do conselho será realizada até o dia 24 de maio. As reuniões são realizadas mensalmente e o calendário deste ano de 2013 ainda será definido pelos membros.

Ato foi conduzido pela assessora de Políticas de Promoção da Igualdade da Prefeitura, Conceição Vercesi, e contou com a presença do prefeito João Cury Neto; do vice-prefeito, Antonio Luiz Caldas Junior; do presidente do Conselho Estadual da Comunidade Negra, Marco Antônio Zito; do vereador Izaias Colino; do secretário municipal de Governo, Carlos Eduardo Colenci; do secretário municipal de Descentralização e Participação Comunitária, Paulo Sérgio Alves; do secretário municipal de Segurança e Direitos Humanos, Adjair de Campos; e demais representantes do Poder Público e da sociedade civil.

O conselho, criado em 16 de março de 2010, é vinculado ? Secretaria Municipal de Governo e se caracteriza como um órgão normativo, consultivo e deliberativo das ações inerentes ? igualdade racial e ações afirmativas na Cidade de Botucatu. A finalidade dele é assegurar ? população negra o exercício pleno de sua participação e integração no desenvolvimento econômico, social, político e cultural e na construção de sua cidadania.

Para o presidente do Conselho Estadual da Comunidade Negra, Marco Antônio Zito, a cidadania é feita a partir da união dos povos, independentemente de sua condição étnica-racial. “Me surpreendeu a multiplicidade da composição desse conselho. Isso mostra que a responsabilidade não é só de negros e nem só de brancos, mas sim de todos que, trabalhando juntos, fazem acontecer”, enfatizou.

O prefeito João Cury Neto discorreu sobre a importância do envolvimento de representantes das secretarias municipais no conselho. “A questão do negro é também uma questão de garantia de direitos. É de interesse da comunidade negra questões ligadas ? saúde, educação, moradia, entre tantas outras que são fundamentais ? sociedade. O Governo quer ouvir a população e foi do conselho que saíram grandes ideias. Essa luta é de todos nós. A luta pela inclusão e cidadania que somente nós podemos promover através do entendimento e da pró-atividade”, destacou.

{n}Conselheiros{/n}

O Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento da População Negra de Botucatu é constituído por dez membros titulares e dez suplentes. Metade dele é composto por representantes de organizações da sociedade civil e a outra metade por representantes do Poder Público.

Os membros titulares são: Roberta Pires de Campos, do Crami; Cleberson Luis da Silva, da Fundação Casa Botucatu; Nilton César de Andrade, dos Atletas Negros de Botucatu; André Luis Marcelino, da Associação Gospop – Adão e Ema; Vanessa de Arruda Castro, da Velha Guarda Carnaval Botucatu; Cintia Alves Ribeiro, da Secretaria Municipal de Segurança e Direitos Humanos; Maria Aparecida dos Santos, da Secretaria Municipal de Descentralização; Clodomar de Paula, da Secretaria Municipal da Cultura; Thais Santos, da Secretaria Municipal da Saúde; e Wagner Codello, da Secretaria Municipal de Educação.

A representação dos suplentes fica por conta de: Irina Takako Konishi, do Crami; Fernando Rossi, da Fundação Casa; Leticia Cristina Arlindo, dos Atletas Negros de Botucatu; Felipe Ricardo Nogueira, da Associação Gospop – Adão e Ema; Fábio de Arruda Castro, da Velha Guarda Carnaval Botucatu; Conceição Vercesi, da Secretaria Municipal de Governo; Maria Aparecida de Oliveira, da Secretaria Municipal de Habitação; Rodrigo José Jardim, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento; Viviane Andrade Lima, da Secretaria Municipal de Assistência Social; e Mariusa de Carvalho, da Secretaria Municipal de Esportes.