CONSEG discute normas de segurança no carnaval

Representantes de diversas instituições de Botucatu, como Polícia Militar (PM), Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Civil, Associação de Proteção aos Animais (APA), Conselho Tutelar, Prefeitura Municipal, entre outras, estiveram presentes na reunião promovida pelo Conselho Comunitário de Segurança (CONSEG) realizada no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Subsecção de Botucatu, onde foram debatidos vários assuntos entre eles a segurança nos quatro dias de carnaval. O CONSEG, atualmente, conta com 32 membros efetivos com representantes dos mais diversos segmentos sociais de Botucatu.

A preocupação maior nas festividades carnavalescas em Botucatu é com relação ? venda de bebidas alcoólicas aos menores de idade. O comandante da 1ª Companhia da PM, capitão Aleksander Lacerda informou que fará um esquema especial no carnaval, aumentando o patrulhamento ostensivo na região central, assim como bairros mais afastados, como Rio Bonito e Mina.

“Vamos dar prioridade aos casos de venda de bebidas alcoólicas a menores de idade, fiscalizando bares e similares e punindo quem não agir em conformidade com a lei vigente, mas esperamos contar com o bom senso dos proprietários dos estabelecimentos, principalmente, no Rio Bonito e Mina”, frisou o capitão Aleksander.

O inspetor Paes da GCM informou uma das preocupações da corporação que detém autoridade administrativa é quanto aos ambulantes que comercializam bebidas. “Eles serão orientados da proibição e se não possuírem alvarás poderão ser conduzidos até o Distrito Policial ou Plantão Permanente e apreendidos seus produtos, já que toda comercialização no âmbito do município necessita de autorização”, alertou Paes.

O presidente do CONSEG, Clóvis de Almeida Martins, se mostrou satisfeito com a reunião que além do carnaval discutiu outros assuntos como a situação do trânsito na Cidade e o apoio ? Associação de Proteção aos Animais (APA), entidade que está preocupada com a enorme proliferação de animais errantes (de rua), assunto que é tratado como questão de saúde pública.

“O CONSEG esta disponível para toda e qualquer ajuda nessa estruturação em busca de somar esforços dos organismos de segurança de Botucatu e agradeço a tolerância pelos eventuais excessos ocorridos por parte de minhas intervenções como moderador. O CONSEG está de portas abertas para debater os mais variados assuntos da Cidade”, colocou Martins, lembrando que a próxima reunião foi marcada para o dia13 de março.

Fotos: Valéria Cuter