Congresso aprova recursos para viaduto do Jardim Cristina

Expectativa do deputado Milton Monti é de que o projeto seja sancionado sem vetos pela presidente da República e de que, após a sanção, o Governo Federal cumpra a execução da obra dentro do período de validade do PPA

 

O Congresso Nacional aprovou, nessa quarta-feira, emenda do deputado federal Milton Monti ao Plano Plurianual (PPA) 2016-2019 para a destinação de recursos para a construção de viaduto sobre a linha férrea de Botucatu para ligar as regiões Norte e Leste (Jardim Cristina ao Jardim Paraíso). A emenda apresentada pelo deputado tem um custo total proposto no valor de R$ 50 milhões. O objetivo da obra é ordenar o tráfego e melhorar a qualidade do trânsito para a população.

O PPA estabelece as despesas dos próximos quatro anos da administração pública federal, de acordo com as diretrizes, objetivos e metas nele instituídos. A expectativa do deputado é de que o projeto seja sancionado sem vetos pela presidente da República e de que, após a sanção, o Governo Federal cumpra a execução da obra dentro do período de validade do PPA.

O deputado que fez a emenda orçamentária para conseguir a verba salientou que trabalha para viabilizar esse projeto desde 2009 que a obra foi orçada, inicialmente, em aproximadamente, R$ 20 milhões. Salientou que todas as tratativas foram feitas e sua expectativa era ver a construção iniciada ainda no primeiro semestre de 2014, o que não aconteceu.

“O corte no orçamento comprometeu não só essa obra em Botucatu como também outras no Brasil. Já sabíamos que não seria fácil, mas não jogamos a toalha e vamos continuar batalhando para conquistar essa obra que é uma reivindicação antiga do município e de extrema necessidade para unir dois setores importantes da Cidade, contribuir pelo desenvolvimento daquela região e melhorar a mobilidade urbana e o sistema viário”, elencou o deputado. “Assumi o compromisso de que traria essa obra para Botucatu e não vou desistir”, complementou.

O projeto prevê a construção de um viaduto de 140 metros de extensão para ligar os bairros como Vila Maria, Vila Ema, Jardim Cristina entre outros bairros adjacentes ao Jardim Paraíso, transpondo a linha férrea (antiga Ferroban) e o ribeirão Lavapés, que cortam aquela região da cidade.