Comunidade católica celebra Corpus Christi 2012

A comunidade católica de Botucatu realizou nesta quinta-feira a solenidade de Corpus Christi das mais importantes datas, onde se celebra solenemente o mistério da Eucaristia – o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo.

A celebração acontece sempre em uma quinta-feira, em alusão ? Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrassem Sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e Sangue. “O que come a minha carne e bebe o meu sangue, tem a vida eterna e, eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeiramente comida e o meu sangue é verdadeiramente bebida. O que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. O que come deste pão viverá eternamente” (Jo 6, 55 – 59).

Cada igreja pode fazer sua celebração com missa e adoração ao Santíssimo Sacramento. A procissão que também faz parte da solenidade, pois lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida, teve que ser cancelada em razão do mau tempo.

Durante a Missa o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja. Na Catedral Metropolitana o arcebispo metropolitano de Botucatu, Dom Maurício Grotto de Camargo, fez a exposição do Santíssimo Sacramento para adoração de centenas de fiéis.

{n}Enfeites de rua{/n}

Fazendo parte das comemorações estava previsto que as comunidades das igrejas São Pio X, na Cohab I e Santa Terezinha, no Bairro do Lavapés, como vinham fazendo nos anos anteriores, iriam enfeitar vários quarteirões que circundam as igrejas, porém o mau tempo impossibilitou os enfeites e as comemorações ficaram restritas ao interior das igrejas.

O padre Camilo, responsável pela paróquia Santa Terezinha já havia reunido as 14 pastorais da igreja que foram divididas em sete grupos e cada grupo se responsabilizou pelo enfeite de um quarteirão. Com isso, os paroquianos pretendiam reviver essa antiga tradição católica. Os produtos para enfeitar os quarteirões seriam os mais diversos: pós de serra tingido em cores variadas, tampas de garrafas, areia, terra, casca de ovo, entre outros.

{n}Comemoração na região{/n}

Também nas cidades da região, as comemorações de Corpus Christi foram limitadas em razão das chuvas. Mesmo em São Manuel que é uma das cidades que promove o enfeite de rua e se transformou em uma atração turística, atraindo centenas de pessoas de diferentes regiões, optou por adiar a confecção dos enfeites.

A decisão foi tomada em comum acordo entre os párocos responsáveis pelas paróquias São Manuel, Consolata e do Distrito de Aparecida de São Manuel e as equipes responsáveis pelos enfeites. Mas a parte religiosa aconteceu normalmente.