Comandante conta a vida do Corpo de Bombeiros em livro

Na manhã desta quinta-feira, o tenente coronel Antonio Ferraz dos Santos, comandante do 2º Grupamento do Corpo de Bombeiros da cidade de São Paulo, região da zona norte com um contingente populacional de 4 milhões de pessoas, esteve visitando o Grupamento do Bombeiros de Botucatu para fazer o lançamento na cidade do seu livro sobre as atuações do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo. Ricamente ilustrado e detalhado, o livro retrata o dia a dia dos bombeiros em diferentes atividades de salvamento e resgate.

Segundo Ferraz esse projeto é alusivo ? s comemorações dos 130 anos do Corpo de Bombeiros (fundado em 10 de março de 1880) e vinha sendo desenvolvido há cerca de 10 anos. Financiado pela Editora Novo Século, que acreditou nesse trabalho, o livro já está em mais de 300 livrarias espalhadas pelo Brasil e em outros países do mundo. Conta com mais de 300 páginas e 170 fotos do trabalho desenvolvido pelo Corpo de Bombeiros.

“O livro reflete um pouco do Corpo de Bombeiros que tem aprovação, nos últimos cinco anos de 98% da população. De forma cronológica o livro conta a história do Corpo de Bombeiros, com imagens das atividades dos bombeiros feitas pelo fotógrafo Takaoca, como combate ? incêndio, resgate de vítimas de acidentes, salvamento aquático, além dos grandes acidentes que abalaram o Brasil, como o do avião da TAM em São Paulo que vitimou dezenas de passageiros. Posso dizer que as imagens são muito realistas e retratam o trabalho dos bombeiros”, frisa o comandante/escritor.

Ele diz que está fazendo 40 lançamentos no Estado de São Paulo. Estou viajando por várias cidades do interior paulista apresentando esse trabalho, para valorizar o trabalho que os bombeiros executam. O livro “Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo” pode ser encontrado em bancas e livrarias a um preço acessível, graças a essa parceria que fizemos com a Editora Novo Século”, observou Ferraz.

{n}Acidentes{/n}

Vale lembrar que o comandante Ferraz, é um pesquisador das causas dos acidentes há mais de 20 anos e também lançou um livro sobre esse tema e criou um programa educacional com a finalidade de diminuir o grande número de acidentes, de maneira geral (no transito, domésticos, no trabalho, entre outros). O programa pode ser visualizado através do site {n}prevencaoacidentes@prevencaoacidentes.com.br{/n}, sem restrição de idade.

“Acidente no Brasil é um problema de utilidade pública e representa 4% do Produto Interno Bruto (PIB). São gastos no país 160 bilhões de reais com acidentes, onde o transito consome ¼ desse valor, que seria R$ 40 bilhões e mata 40 mil pessoas por ano. O mais grave é que 51% são jovens entre 16 e 24 anos. Outro dado estatístico é que 15% dos acidentes são ocasionados por queda de laje, isso porque 5 milhões de pessoas em São Paulo moram precariamente”, exemplifica Ferraz.

Fotos: Valéria Cuter