Central Bela Vista irá construir nova sede em Botucatu; pedra fundamental será lançada dia 6 de setembro

Evento reunirá convidados e autoridades na Fazenda Bela Vista II, em Botucatu

Fazenda Bela Vista II okNo próximo dia 6 de setembro, às 12h, a Central Bela Vista, maior empresa de coleta e processamento de sêmen do Brasil, reunirá dezenas de convidados, entre clientes, parceiros e autoridades, para a cerimônia de lançamento da pedra fundamental de sua nova sede, localizada na famosa Cuesta de Botucatu (SP), com previsão de inauguração em março de 2017.

A empresa foi adquirida pelo grupo CRV em 2011 e, no ano seguinte, anunciou a compra da Fazenda Bela Vista II, próxima à atual sede, para abrigar as novas instalações da empresa.

A propriedade conta com 130 hectares e também é beneficiada pelo clima, com altitude próxima de 1.000 metros, o que, em conjunto com o isolamento sanitário, são importantes diferenciais para a produção de sêmen congelado de bovinos e bubalinos das mais diversas raças de corte e leite.

bela-vista01Assim, a nova sede da Central Bela Vista será uma das mais modernas centrais de coleta de sêmen da América Latina, estrategicamente localizada próxima à Rodovia Marechal Rondon. A fazenda contará com laboratório com equipamentos de última geração, banco de sêmen, curral de quarentena, centro de coleta e piquetes funcionais, sempre visando o bem-estar dos animais.

Além de sistema de irrigação nos piquetes e drenagem pluvial, as estruturas contarão com ruas totalmente pavimentadas, facilitando a movimentação da misturadora e, consequentemente, oferecendo uma distribuição das dietas com melhor qualidade e específica para necessidade de cada reprodutor.

bela-vista02A nova sede da empresa também dará atenção especial à sustentabilidade, desde a produção de alimentos para nutrição animal, passando pela industrialização das doses, até o armazenamento. Outro ponto importante é que as fazendas ao redor são de produção agrícola, o que favorece ainda mais a situação sanitária da sede.

O gerente Operacional da Central Bela Vista, Gerson Sanches, se reuniu recentemente com o prefeito de Botucatu, João Cury, que foi muito receptivo e garantiu melhor infraestrutura para acesso à nova sede.

Gerson explica que será possível hospedar até 500 reprodutores ao final das obras, de forma confortável e segura, a fim de garantir a produção de sêmen com elevado padrão de qualidade. A empresa conta com as certificações ISO 9001, de qualidade, e ISO 14001, pelo sistema de gestão ambiental que aplica em seus processos.

O gerente ainda ressalta que a Fazenda Bela Vista II oferecerá abrigos funcionais para alimentação, com proteção da chuva ou sol, instalações modernas para a área de coleta, além de um ambiente de trabalho agradável e seguro para os funcionários. “A partir de agora, com a aquisição de novos implementos, a própria fazenda produzirá alimentação de alto nível para os reprodutores, a fim de mantê-los em excelentes condições físicas para produzirem sêmen de ótima qualidade”, explica.

“O objetivo é trabalharmos mantendo os mais elevados padrões de qualidade de sêmen para que o criador obtenha ótimos índices de prenhez ao usar esse produto em suas vacas e para que tenhamos também uma ótima gestão dos touros. Não há melhor lugar no Brasil para coletar sêmen de seu touro além da Central Bela Vista”, conclui.

Sobre a Central Bela Vista

831A Central Bela Vista, localizada em Pardinho (SP), é a maior empresa de coleta e processamento de sêmen do Brasil, garantindo, há mais de 15 anos, uma produção de sêmen com excelência no Brasil e até mesmo além de nossas fronteiras.

Focada em eficiência, a Central está constantemente buscando novas maneiras de melhorar e maximizar a qualidade e a quantidade de sua produção e a otimização dos serviços prestados, controlando detalhadamente os custos, para que os criadores percebam o máximo valor.

Mais informações sobre a Central Bela Vista podem ser obtidas no site www.centralbelavista.com.br.