Celulares ganham nono digito para expandir linhas

Com aval da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a partir desse domingo (29), os telefones celulares com DDD 11 (que representa a cidade de São Paulo e a região metropolitana) ganharam o nono dígito, como medida para ampliar a expansão das linhas e do crescimento da venda de celulares no país. O nove virá antes do número atual que será mantido, obedecendo ao seguinte formato: 9xxxx-xxxx.

As ligações marcadas com oito dígitos ainda serão completadas por um tempo determinado, para adaptação das redes e usuários. Gradualmente haverá interceptações e os usuários receberão mensagens com orientações sobre a nova forma de discagem. Os usuários que fizerem chamadas sem acrescentar o nono dígito serão avisados por meio de gravações até 15 de janeiro de 2013. Após esse período de transição, as chamadas marcadas com oito dígitos não serão mais completadas.

Além das adequações técnicas por parte das prestadoras de serviço de telecomunicações, essa medida demandará da sociedade a realização de eventuais ajustes em equipamentos e sistemas privados como, por exemplo, equipamentos de PABX e agendas de contatos

A novidade vem de encontro com a decisão de Anatel que pressiona as empresas sobre a qualidade dos serviços prestados pelas operadoras. No início da semana três das quatro maiores operadoras do país foram suspensas de vender novos serviços até apresentarem planos de melhoria de suas redes ao órgão regulador em função da precariedade do serviço.

Essa implantação do número nove no início de todas as numerações de celulares com DDD 11 começa a valer já nesse domingo (29) e deverá aumentar a capacidade de combinações numéricas dos atuais 44 milhões para 90 milhões. A região de São Paulo totaliza mais de 42 milhões de linhas móveis e estava próximo do limite de números com oito dígitos. Os usuários que fizerem chamadas sem acrescentar o nono dígito serão avisados por meio de gravações até 15 de janeiro de 2013.