Calouros iniciam rotina acadêmica na Unesp/Botucatu

Alunos ingressantes nos cursos de Medicina e Enfermagem da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp participaram, nesta segunda-feira, 27 de fevereiro, da aula inaugural para o ano letivo de 2012. Muitos, acompanhados pelos pais, foram recepcionados pela direção em evento realizado no Salão Nobre da instituição.

Com extensa agenda programada pela Comissão de Recepção, os alunos receberam, logo no início, saudação pelos responsáveis pela faculdade, participaram de atividades de integração e conheceram novo local de estudos. Essa programação segue até a próxima quarta-feira, 29 de fevereiro. Diversas apresentações de entidades representativas como o Centro Acadêmico Pirajá da Silva (CAPS), Associação Atlética Acadêmica Carlos Henrique Sampaio de Almeida (AAACHSA) e o Caenf (Centro Acadêmico da Enfermagem), prepararam os alunos para integração com o corpo discente.

A diretora da FMB, professora Silvana Schellini, frisou a tradição que a escola tem em formar médicos e enfermeiros preparados para os mais diversos cenários de atuação. Segundo ela, em quase cinco décadas de existência, a Faculdade de Medicina de Botucatu, graduou mais de 3.900 médicos e 460 enfermeiros. “A FMB apresenta, nesses 49 anos de existência, uma estrutura sólida e um corpo de professores que se distingue por se dedicar integralmente ao ensino”, frisou.

Já prof. José Carlos Peraçoli, vice-diretor da instituição, salientou a responsabilidade dos dois cursos. “Vocês (alunos) abraçaram uma escolha que fizeram com maturidade. É uma formação e profissão que vai definir a vida de cada um”, disse.

O dirigente também ressaltou que, no caso da Medicina, a escola tem vivido um momento de definição com a reestruturação curricular. A nova grade deve passar a vigorar a partir de 2013. “Sabemos que, ao longo do tempo, há a necessidade de melhorar a estrutura de formação para que os profissionais formados pela Faculdade de Medicina estejam sempre atualizados”, realçou Peraçoli.

Coordenadora do curso de Medicina, profª Norma Sueli Pinheiro Modolo, salientou que os alunos encontrarão diversos cenários de ensino, que vão além das salas de aula. Atualmente, há o suporte para formação acadêmica em locais como o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), Centro Saúde Escola (CSE), Hospital Dia Aids, Pronto-Socorro Adulto de Botucatu e Hospital Estadual Bauru, por exemplo. “Há a tradição da FMB colocar no mercado bons profissionais, sejam médicos ou enfermeiros. Nosso objetivo é que todos saiam preparados da melhor forma”, ressaltou.

Professora Vera Pamplona Tonete, coordenadora do curso de Enfermagem, realçou ainda o papel social que muitos alunos desempenharão ao integrarem projetos de pesquisa e extensão universitária com o objetivo dar assistência ? comunidade. “A responsabilidade que assumem agora como alunos é grande na parte social, pois é uma devolutiva ? sociedade”, complementou.

Presidente da Comissão para Assuntos Estudantis, prof. Paulo Villas Boas, em sua mensagem aos novos alunos, também frisou a ‘formação do cidadão com compromisso social’. “A Medicina e Enfermagem são profissões que exigem a compreensão das angústias dos pacientes. Todo o esforço tem que ser para aliviar a dor e o sofrimento do ser humano”, concluiu.

{n}Trote é proibido {/n}

O trote é expressamente proibido dentro da universidade e a determinação é amparada através de uma resolução interna de 1999 e também por leis estaduais e federais. Toda uma programação de atividades de integração com os novos alunos está sendo preparada pela FMB em parceria com os centros acadêmicos dos cursos de Medicina e Enfermagem.

Está ? disposição dos novos alunos, em caso de qualquer atividade que venha a causar constrangimento, o Disque Trote, através do número (14) 3815-9000 ou (14) 3811-6287 e ainda através do e-mail vice-diretor@fmb.unesp.br

{n}Um dos mais concorridos{/n}

Somente no vestibular 2012, mais de 15.300 candidatos disputaram 90 vagas para Medicina, o que gerou concorrência de 170,9 c/v. O curso de Enfermagem registrou mais de 600 postulantes a 30 vagas oferecidas, com 20,2 c/v.

Fonte: Flávio Fogueral/Jornal da FMB