Botucatuenses homenageiam Tinoco em missa solene

Fotos: David Devidé

Um grande número de amigos e fãs marcou presença na solenidade da missa solene de 7º dia pelo falecimento do cantor Tinoco realizada na igreja de Nossa Senhora Menina na Vila Maria em Botucatu a partir das 18 horas deste sábado (12). A cerimônia foi celebrada pelo Padre Orestes Gomes.

Na quinta-feira (10) outra missa em homenagem ao cantor já havia sido celebrada em Pratânia, antigo Bairro Guarantã que pertencia ao Município de Botucatu. Tinoco nasceu e foi batizado na Fazenda Boa Vista que hoje pertence ? Pratânia.

Uma comitiva de Botucatu também esteve esta semana em São Paulo na gravação do Programa “Viola Minha Viola”, apresentado pela cantora Inezita Barroso, em homenagem ao cantor e que tem previsão de ir ao ar dia 27 de maio, a partir das 9 horas, com reprise na noite de 02 de junho (sábado) a partir das 20 horas.

{n}Carreira brilhante{/n}

O cantor José Peres, ou Tinoco, como ficou conhecido e um dos maiores expoentes da música sertaneja raiz morreu na madrugada do último dia 4 de maio, aos 91 anos de idade. Ele havia sido internado um dia antes (3) no Hospital Municipal Doutor Ignácio Proença de Gouvêa – João XXIII, na Mooca, zona leste da capital paulista, em estado de saúde grave e sofreu de insuficiência respiratória, segundo informou a assessoria do hospital.

Tinoco, formou umas das duplas sertanejas mais famosas do país com o irmão João Salvador Peres, o Tonico. Iniciada ainda nos anos 1930, a parceria rendeu quase mil gravações e mais de 150 milhões de cópias vendidas. A parceria só terminou em 1994, após a morte de Tonico, que caiu de uma escada aos 73 anos e sofreu um traumatismo craniano.

O cantor nos seus 75 anos dedicados ? música manteve sempre estreitas relações com a Cidade. No dia 4 de outubro do ano passada foi homenageado em Botucatu num evento que atraiu cerca de 1.700 pessoas, entre amigos e fãs, que teve início ? s 10 horas com a 17ª Missa Sertaneja celebrada pelo Padre Orestes Gomes, na Igreja Nossa Senhora Menina, na Vila Maria. Os derradeiros momentos da presença de Tinoco em Botucatu foi registrado pelo fotógrafo David Devidé, amigo pessoal e fã do cantor.