Botucatu sedia Seminário sobre Igualdade Racial

A Assessoria de Políticas de Promoção da Igualdade e Ações Afirmativas da Prefeitura de Botucatu promove na próxima sexta- feira e sábado (11 e 12) o segundo Seminário sobre o “Estatuto da Igualdade Racial em Botucatu – Consolidando as Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial no Município”, no Salão Azul da Secretaria de Educação. As atividades serão realizadas na sexta-feira, das 19 ? s 22 horas, e no sábado, das 8 ? s 16 horas.

O evento tem como objetivo subsidiar gestores públicos, coordenadores, assessores, conselheiros, lideranças do movimento social, educadores, líderes de comunidades de terreiros, capoeiristas e mestres tradicionais, agentes culturais e o público interessado para a elaboração de um plano participativo de ações afirmativas em prol da igualdade racial.

Dojival Vieira é que irá ministrar a palestra. Ele é advogado, jornalista e consultor especializado em políticas de valorização da diversidade étnico/racial, com ênfase a afrodescendentes e indígenas. Atuou na área de gestão de políticas públicas para afrodescendentes, e foi criador, editor e jornalista responsável pela Afropress, agência de notícias online com foco na temática étnico-racial brasileira.

A assessora em Políticas de Promoção da Igualdade de Botucatu, Conceição Domingos Vercesi explica que a primeira etapa do debate sobre o Estatuto da Igualdade Racial já foi realizada no Município em 21 de março, Dia internacional de Luta contra a Discriminação Racial. “A primeira etapa do debate causou um impacto muito grande, pois tratou da história do período de escravidão no Brasil e da história do Movimento Negro e muitos nos relataram como foi bom conhecer os fatos que cercou este momento triste em nosso País”, argumenta.

Ela ainda ressalta que a realização deste seminário em Botucatu marca um grande passo do Município na luta contra a desigualdade. “Passamos por um momento muito importante que foi o julgamento da constitucionalidade do sistema de cotas nas Universidades Federais para negros e índios e das ações afirmativas. Isto é um grande avanço para a sociedade brasileira, pois a garantia desse direito mais a vigência do Estatuto da Igualdade Racial com certeza trarão retornos efetivos de desenvolvimento não só para a população negra, como também para todos os brasileiros”, completa.

Os interessados em participar do Seminário que trata do Estatuto da Igualdade Racial em Botucatu podem realizar as inscrições no local do evento. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (14) 3811-1414 e pelo e-mail: igualdade@botucatu.sp.gov.br

{n}Cartilha do Estatuto{/n}

O Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (CEERT) promoveu em São Paulo, no último domingo (6), o lançamento do material voltado ao Estatuto da Igualdade Racial em parceria com a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e Instituto Feira Preta.

Para enriquecer o lançamento da Cartilha, foi realizado um debate que promoveu a reflexão sobre o tema: “Direitos passados a limpo – Estatuto da Igualdade Racial”, com as participações de Mafoane Odara (Ashoka), Priscila Preta (Capulanas – Cia. De Artes Negras), Tadeu Kaçula (Samba Autêntico e Rua do Samba), Chindalena Barbosa (Afrika), Samoury (Articulação da Juventude Negra) e Daniel Teixeira Bento (CEERT). Durante o encontro, também foi exibido o filme “Vista minha pele”, produzido pelo CEERT, com direção de Joel Zito Araújo & Dandara.

A assessora em Políticas Promoção da Igualdade de Botucatu, Conceição Domingos Vercesi, esteve presente no evento e aproveitou a oportunidade para entregar ? ministra de Estado da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, um DVD do projeto “Botuáfrica” e também uma sacola confeccionada pelo projeto. O “Botuáfrica” surgiu em 2010, com o objetivo de formar grupos de trabalho para criação e produção de arte, moda e design através de oficinas inspiradas na cultura africana.

“A entrega desses produtos foi uma forma de levar ao conhecimento da Ministra o projeto Botuáfrica. Ela ficou muito feliz em poder conhecer as ações de geração de renda, cultura e educação do município de Botucatu”, comentou.