Botucatu sedia evento gratuito sobre mercado e perspectivas de negócios florestais

dia-de-campoNo próximo dia 16 de agosto, a partir das 18h30, o auditório central da Faculdades de Ciências Agronômicas (FCA/Unesp) será palco da primeira edição do Fórum Regional de Desenvolvimento Sustentável, MOVE Cuesta.

A iniciativa tem como objetivo principal debater uma visão de médio e longo prazo para o agronegócio florestal e a indústria de base florestal no estado de São Paulo. Para isso, o MOVE Cuesta conta com a participação de especialistas como Francisco Bertolani, engenheiro florestal e consultor com 50 anos de profissão.

Eucalipto-2
Imagem Ilustrativa

Bertolani vai apresentar um histórico desde 1960, passando pelas dificuldades da década de 70, o desenvolvimento da década de 80, o ‘boom’ das décadas de 90 e 2000, até chegar aos problemas enfrentados pelo setor desde 2010.

Outro especialista confirmado no MOVE Cuesta é o pesquisador Eduardo Castanho, do Instituto de Economia Agrícola. Atuando há mais de 40 anos no setor, Castanho é responsável pelo Plano de Desenvolvimento Florestal Sustentável de São Paulo e edita, mensalmente, o índice de preços e a estimativa do Valor da Produção Florestal do estado de São Paulo.

A palestra de encerramento será do deputado estadual Fernando Cury, entusiasta do projeto de criação de um pólo moveleiro na região de Botucatu. Cury foi prefeito de Botucatu por dois mandatos e, recentemente, viabilizou a liberação de recursos para a contratação de um estudo de viabilidade econômica, financeira e operacional do pólo.

Além de representantes das indústrias de base florestal da região, estão sendo esperados produtores rurais, florestais, extensionistas, consultores e lideranças do setor. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do site www.diadecampoflorestal.com.br.

Dia de Campo Florestal

O MOVE Cuesta acontece na véspera do 12º Dia de Campo Florestal, evento tradicional da Faculdade de Ciências Agronômicas. Com a expectativa de público de mais de 400 pessoas, entre produtores rurais, investidores, acadêmicos e profissionais do setor, o evento terá – este ano – sete estações dinâmicas.

Na parte da manhã, o destaque fica para palestras sobre temas importantes para o produtor florestal como planejamento, mercado, comportamento humano e dicas de como aumentar os ganhos com o plantio de florestas plantadas.

À tarde, as atividades serão no campo, onde estão previstas dinâmicas como plantio de eucalipto e teca com irrigação integrada; manutenção em florestas de madeiras especiais (mogno e cedro australiano); demonstração com motosserras, roçadeiras e sopradores (Husqvarna); combate a formigas; inventário florestal; prevenção e combate a incêndios e serraria móvel.

O valor da inscrição para o Dia de Campo Florestal (palestras + dinâmicas) é de R$ 180 e podem ser feitas através do site www.diadecampoflorestal.com.br. Estudantes pagam R$ 75.

(Fonte: Painel Florestal)