Boi resgatado vivo de ribanceira foi sacrificado

A notícia que causou grande repercussão nas redes sociais esta semana foi o trabalho conjunto desenvolvido pelo Corpo de Bombeiros com o sargento De Souza e cabo Camilo; equipe do Setor de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde, com o veterinário Paulo Pignelli e os agentes Adilson e Vanderlei.  

Na manhã de terça-feira (29) eles resgataram um boi que caiu na ponte do Ribeirão  do Morro Vermelho, local conhecido como “Serrinha do Jardim Monte Mor”, há cerca de quatro metros de altura ficando preso entre as pedras. Foi necessário amarrar o animal para tirá-lo da ribanceira com um caminhão Munck da Secretaria Municipal de Obras.

O bovino foi encontrado por um cidadão que passava pela ponte a cavalo e ao ouvir o mugido do animal procurou o capataz da Fazenda do Córrego Fundo, Clóvis Aureliano de Oliveira. Este quando viu a situação em que o boi se encontrava percebeu que não poderia fazer nada sozinho e chamou ajuda. O dono do animal não foi localizado.

“Aqui é comum a passagem de animais, mas nunca tinha visto uma coisa assim. Acho que ele passou muitas horas aqui antes de ser visto. O problema é que a ponte e o barranco estão sem proteção e qualquer descuido pode resultar em um acidente. Acredito que ele tenha se assustado com alguma coisa, passado correndo pela ponte, mas perdeu o equilíbrio e caiu durante a madrugada”, conta Oliveira. “Pelo porte (tamanho) esse boi deve ter uns dois anos de idade, mais ou menos”, arrisca.

Com a chegada da equipe de Zoonoses ao local o boi foi, imediatamente, sedado. “Aplicamos a anestesia para que o resgate fosse feito sem causar sofrimento ao animal e para que fosse colocado com segurança no caminhão do Canil Municipal”, comentou o veterinário Paulo Pignelli. Entretanto, na tarde desta quinta-feira (1º de agosto), a equipe médica optou em sacrificar o animal que teve os ossos afetados em razão da altura em que caiu e não poderia mais andar.