Assinado protocolo para desenvolvimento do 24 de Maio e região

Em evento realizado na noite desta sexta-feira (28), no Salão de Teleconferências da Secretaria Municipal de Educação, o prefeito de Botucatu, João Cury Neto, assinou o protocolo de intenções para a construção conjunta do Plano de Desenvolvimento Local. O Programa de Desenvolvimento Local é uma metodologia do Senac São Paulo, (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) em parceria com a Rede Social TEAR.

O plano é a quarta etapa do Programa de Desenvolvimento Local, que vem sendo desenvolvido em Botucatu há 14 meses pelo Senac, e que tem contemplado seis bairros do setor Sul: Parque Residencial 24 de Maio, Conjunto Habitacional Francisco Blasi (Cohab III), Jardim Aeroporto, Jardim Santa Mônica, Jardim Santa Cecília, Residencial Cedro. Juntos, os bairros somam uma população estimada superior a 7 mil pessoas.

Na oportunidade, além da assinatura do protocolo de intenções, foi feita a apresentação do chamado `Mapa Verde`, um relatório detalhado produzido pela própria população e lideranças comunitárias no qual apresenta os cenários diagnosticados nas áreas da Saúde, Educação, Infraestrutura, Lazer, Meio Ambiente, entre outras e sugestões de melhoria.

“Esse mapa contém os problemas e as soluções apresentadas por cada comunidade abrangida pelo programa. A partir deste diagnóstico participativo será possível elencar e desenvolver projetos em parceria com o Poder Público, universidades e organizações sociais não-governamentais”, explica Simone Pafetti, mediadora da Rede Tear e coordenadora do programa de Desenvolvimento Local na região do 24 de Maio.

Segundo ela “a assinatura deste protocolo de intenções é um reconhecimento por parte da Prefeitura, que ajudará a pensar melhorias para a comunidade de forma conjunta, alinhando as necessidades ? agenda pensada pela gestão municipal, através da aproximação das secretarias municipais”.

Entre os compromissos a serem assumidos pela Prefeitura neste protocolo estão o planejamento da adequação dos serviços públicos voltados ao crescimento da comunidade e a criação de condições para atrair investimentos para a região a ser atendida pelo Plano de Desenvolvimento.

O programa desenvolvido pelo Senac já foi implantado em mais de 40 localidades no Estado de São Paulo. Antes mesmo de se fazer o diagnóstico participativo e o Plano de Desenvolvimento Local, ele prevê a capacitação de agentes que atuam na mobilização comunitária e a formulação da `visão de futuro` da região, ou seja, uma prospecção dos próprios moradores sobre como com estará sua região daqui a dez anos.

Fotos: Jornal Acontece Botucatu