Aconchego oferece várias atividades para idosos

O Centro de Convivência do Idoso  “Aconchego”  é uma associação civil de caráter socioassistencial, fundada em 19 de junho de 2000, de natureza filantrópica e sem fins lucrativos, com objetivo principal de promover cuidados no processo de envelhecimento almejando preservar a capacidade funcional da pessoa idosa nas atividades básicas e instrumentais de vida diária. Está instalado na Rua Benedito Mathias Blumer, nº 354,  Jardim Paraíso.

O horário de funcionamento é de segunda à sexta-feira das 8 às 17 horas. No período da manhã são realizados atendimentos e oficinas direcionadas à pessoas a partir dos 50 anos, tendo em vista à promoção de saúde e prevenção de doenças que comprometam a qualidade de vida. No período da tarde são desenvolvidas várias atividades de estimulação física, cognitiva e social para idosos com mais de 60 anos, com algum grau de comprometimento físico e/ou cognitivo visando sua permanência ativa no meio em que vivem e o exercício de suas funções na sociedade.

De acordo com a psicóloga e arteterapeuta Carolina Sasso Lacase, o Centro atua com equipe multiprofissional no cuidado aos idosos possibilitando a convivência e interação social, além de desenvolver diversas atividades como: apresentações musicais, bingos, jogos, dança sênior, grupos de vivência, peças de teatro, oficinas de pintura, artesanatos, culinária, filmes, rodas de conversa, festas, etc. visando estimular/preservar a independência e autonomia do idoso. “A freqüência semanal varia de 2 a 5 vezes, de acordo com a necessidade do idoso e disponibilidade da vaga”, diz Carolina.

Há uma parceria com as Faculdades de Medicina de Botucatu (FMB), Marechal Rondon (FMR) e Unifac, por meio de estágios com alguns do curso de nutrição, fisioterapia e serviço social, respectivamente. Existe um regimento estatutário e uma diretoria voluntária composta por presidente, secretário tesoureiro, etc, mas a participação da sociedade civil é decisiva para a sobrevivência da instituição colaborando com doações e eventos que custeiam os gastos mensais.

“Também é direcionada atenção especial aos familiares/cuidadores promovendo reuniões, orientações, acolhimentos e espaços para compartilhar experiências e dificuldades sobre o ato de cuidar, como também, proporcionar a estes alguns momentos de descanso nos períodos em que os idosos estão no Centro”, ressalta Carolina.

Para o idoso frequentar o Aconchego, o familiar deve entrar em contato com a instituição, agendar um horário com a assistente social que fará uma triagem e entrar numa fila de espera. “Assim que haja disponibilidade da vaga, a instituição realiza uma visita domiciliar para avaliar o interesse e perfil do idoso, então se efetiva a inserção propriamente dita, de modo que esse usuário será acompanhado pelos diversos profissionais de acordo com a necessidade individual”, conclui Carolina.