12ª Delegacia convoca jovens para o Serviço Militar

Após a inscrição, o jovem será informado sobre a data de comparecimento à instalação da força militar escolhida (Exército, Marinha ou Aeronáutica) para participar da seleção geral ou ser dispensado

 

O comandante da 12ª Delegacia de Serviço Militar da região de Botucatu, tenente Milton César Badaró que assumiu o cargo no início  deste ano em substituição ao capitão  Edson Aparecido Alves,   está  convocando jovens nascidos no ano de 1998 para que compareça na Junta de Serviço Militar, até o dia 30 de junho de 2016, exceto sábados e domingos, para fazer o Alistamento Militar.

O alistamento militar é obrigatório e os jovens de Botucatu e região do sexo masculino que completam 18 anos em 2016 devem se apresentar à Junta munidos de certidão de nascimento ou documento equivalente, como carteiras de identidade, de motorista, e uma foto 3×4 recente. Junta situa-se à Rua General Júlio Marcondes Salgado, nº 106, Centro, telefone (14) 3882-0212.  A sede do Tiro de Guerra – TG,  fica na  Avenida Mário Barbiéris, nº 480, Cohab I.

Após a inscrição, o jovem será informado sobre a data de comparecimento à instalação da força militar escolhida (Exército, Marinha ou Aeronáutica) para participar da seleção geral ou ser dispensado. Quem não fizer o alistamento, deverá pagar multa, de acordo com a quantidade de dias que deixou de comparecer, e ficará impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargo público e fazer matrícula em universidades públicas.


No Brasil, o serviço militar é obrigatório por lei desde 1908. Ao completar 18 anos, todo rapaz deve se cadastrar em alguma das forças armadas (Marinha, Exército ou Aeronáutica). Na estrutura do governo brasileiro, estas estão integradas ao Ministério da Defesa e tem por objetivo a defesa dos direitos constitucionais.

A carreira de soldado proporciona ao jovem o aprendizado de valores como disciplina, organização, amor à pátria, solidariedade e perseverança, entre vários outros que orientam suas atividades dentro e fora do quartel. O soldado exerce atividade em tempos de guerra e na manutenção da paz, dentro e fora do país. Presta auxílio à população em situações de calamidade.