“Ai Que Gostoso” mostra a irreverência de Ted Babado

Irreverente, atrevido, carismático, inteligente, competente. São esses alguns adjetivos que se encaixam perfeitamente no perfil do apresentador Ted Babado, esse campineiro de 34 anos de idade a quem foi destinado o trabalho de alegrar a vida das pessoas que necessitam de um pouco de humor.

Toda a irreverência de Babado pode ser vista no programa “Ai Que Gostoso” apresentado pela TV Alpha, canal 2 Net, nas noites de sexta-feira, a partir das 20 horas, ou no programa matinal “Caixa Preta” da Rádio Criativa FM. Como apresentador ele brilha e deixa quem está ao seu lado brilhar.

E Ted Babado se “encaixou” perfeitamente na frente da telinha extraindo dos seus entrevistados seus segredos e suas aspirações. No “Ai Que Gostoso”, programa que tem a direção geral de Fernando Bruder, já passaram jornalistas, políticos, profissionais liberais, artistas, esportista, entre outras personalidades que fazem parte da sociedade botucatuense.

Em uma das suas mais recentes entrevistas ele teve como convidado, o jornalista Quico Cuter, diretor do Jornal Acontece Botucatu. Num descontraído bate-papo Cuter narrou fatos marcantes de sua vida e gostou da experiência. “O segredo do apresentador é deixar seus convidados ? vontade, mas ele não perde a oportunidade de “apimentar” as entrevistas colocando na pauta aspectos sociais polêmicos como discriminação racial e homossexualismo”, disse o jornalista.

“Tudo é feito na hora, no improviso, sem combinar nada e o propósito principal é levar alegria e entretenimento ao telespectador. Ou seja, ele faz uma brincadeira muito séria e isso vem dando certo”, enfoca. “No meu cotidiano de trabalho, no papel de entrevistador, sou eu quem faz as perguntas, mas admito que ficar do outro lado foi gostoso”.

O perfil de Ted Babado é invejável: ator, artista plástico, escritor, apresentador, músico (toca violão, gosta de música clássica e erudita). Gosta também de cinema, TV e teatro. É religioso, espiritualizado, acredita em Deus, no amor e nas pessoas. Romântico, ama, incondicionalmente, sua família, que considera seu bem mais precioso.

Gosta de viajar, fazer compras e fazer amigos. Adora as mulheres e as respeita. Considera-se um mutante, e diz que “sempre está se reciclando e se transformando em algo melhor” e conclui afirmando que “é mais do que se possa imaginar”.