Sócios da AAB vão ? s urnas para eleger novo presidente

A Associação Atlética Botucatuense (AAB) elegem neste domingo (27) o novo presidente que irá gerir o clube no triênio 2013/2015. O pleito acontece neste domingo (27) no Salão Social do clube, no período compreendido entre 09 ? s 15 horas. A apuração acontece em seguida. Para ter direito ao voto, o sócio titular deve estar em dia com as mensalidades. Atualmente, a Veterana tem perto de 4.800 sócios, que somados aos dependentes somam, aproximadamente, 20 mil pessoas, que corresponde a população de dezenas de cidades brasileiras.

O voto não é obrigatório, mas o atual presidente do clube, Carlos Bonaldo, o Carlão, afirma que é importante a presença dos associados. “Estaremos decidindo o futuro da AAB, portanto, é importante que o associado conheça os candidatos e vote naquele que melhore representar seus anseios”, explica.

Carlão é o presidente do clube desde 2003 e está no seu terceiro mandato. Apesar disso, decidiu não disputar novamente a reeleição. “Acredito que já dei minha parcela de contribuição e é o momento de outra pessoa assumir a presidência e que seja feita a vontade do sócio que é o principal patrimônio do clube. O que fizemos nesses anos pode ser visto em todos os departamentos. Desejo sorte aos dois candidatos que estão apresentando suas propostas de gestão e aquele que for eleito possa realizar uma gestão voltada a atender o interesse do associado”, frisou Carlão.

Estão disputando a preferência do associado Jânio Eduardo Gonçalves, candidato da situação apoiado pela atual diretora Executiva e Wiley Fernando Emiliano, como oposição. Nesta reta final, ambos os candidatos estão percorrendo os mais diferentes departamentos do clube em busca de apoio, mostrando suas propostas de gestão para o triênio 2012/2014.

Jânio que tem apoio da atual diretoria Executiva prega que pretende continuar fazendo da AAB o clube da família botucatuense. “Priorizaremos as famílias e, especialmente, nossas crianças, que são nosso bem maior e o nosso futuro e nortear nossa administração com responsabilidade financeira, participativa, social e ambiental, valorizando os investimentos que atendam o interesse dos sócios”, colocou Jânio.

Wiley apresenta como uma das principais propostas de gestão fazer alterações no estatuto do clube para que apenas uma reeleição seja permitida e a rotatividade da diretoria seja maior. “Paralelo a isso, elaboramos um conjunto propostas que estão sendo apresentadas na campanha e conversando com os sócios para conhecer o que esperam de nós”, explanou Wiley.