Simpósio em Botucatu teve participação da Fifa

Terminou nesta quarta-feira (16), a sexta edição do VI SIGRA – Simpósio sobre Gramados, realizado pela Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp e Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf).

Cerca de 300 inscritos, entre estudantes de graduação e pós-graduação, representantes de empresas do setor e pesquisadores participaram do evento que, além de palestras com especialistas brasileiros e estrangeiros, teve minicursos, apresentação de 25 trabalhos de pesquisa, demonstrações de máquinas e equipamentos e o lançamento do livro “Nutrição, adubação e calagem para aprodução de gramas”, que tem entre seus organizadores os professores da Unesp, Roberto Lyra Villas-Bôas e Leandro Grava de Godoy.

“A Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp é pioneira em ensino, pesquisa e extensão com relação a gramados e a sexta edição do Sigra nos consolida como parceiros desse segmento”, avalia o professor Roberto Lyra Villas-Bôas, coordenador do evento desde sua primeira edição. “É o único evento a nível nacional onde se pode realmente discutir a questão específica do nosso produto, que é a grama”, afirma Guilherme Borges, sócio-proprietário da LR Gramas, uma das empresas expositoras no Simpósio.

Dentre os palestrantes, estiveram os responsáveis pelos gramados da Copa do Mundo de 2014, os engenheiros agrônomos Richard Hayden e Maristela Kuhn. Eles falaram sobre os padrões a serem adotados nos gramados do evento.

Eles ressaltaram a importância de um projeto bem feito e a diminuição dos fatores de risco para sua execução, incluindo aspectos como adubação, sistemas de drenagem e manejo do campo, incluindo seus usos em shows e outros eventos não necessariamente ligados ao esporte. As explicações de Hayden e Kuhn eram ilustradas por vídeos sobre projetos em que eles atuaram, como a Copa da África do Sul em 2010 e a reestruturação de gramados para futebol na Ucrânia, sob condições climáticas bastante desfavoráveis.

Richard Hayden lembrou que um espetáculo grandioso como a Copa está totalmente vinculado ? qualidade dos campos de jogo. “A Copa é um evento muito especial para a Fifa e para os países que a recebem. E ela não acontece sem o gramado. Vamos usar toda a tecnologia disponível para termos o melhor gramado possível. O objetivo é nada menos que a perfeição”.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp – câmpus de Botucatu/SP
Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais – Fepaf