Sesi participa de treinamento de salva-vidas

Sesi de Presidente Epitácio sediou  a 1ª competição entre os guarda vidas, profissional que busca evitar afogamentos com a finalidade de preservar a vida dos banhistas que se envolvem em situação crítica no mar, rio ou piscina.

Unidade de Botucatu se destacou no evento com Gabriela Silva, (1º lugar reboque manequim, 25 metros); 1º lugar 1.500m rasos; e 1º lugar reboque com life bell, que resultou o premio de guarda vidas de ouro. Já André Feliciano foi o melhor nos 1.500m rasos.

Para se tornar um salva-vidas, é necessário ter concluído o ensino fundamental, estar em dia com as obrigações eleitorais, não ter sofrido nenhum tipo de condenação criminal, ter no mínimo dezoito anos e no máximo trinta e cinco anos de idade, além de passar pelo rigoroso processo seletivo.

Os salva-vidas recebem uma formação completa que envolve treinamento para nadar de forma correta, adquirem conhecimentos das técnicas de massagem cardíaca, respiração, oceanografia, cuidados com o banhista e agilidade nas ações de prevenção e salvamento, pois durante um possível afogamento, alguns segundos podem significar uma vida.

Além destas atividades, o salva-vidas também é responsável por atividades de prevenção, com o objetivo de evitar acidentes nas praias de mar ou de água doce (rios, lagos e lagoas) e também de piscinas, através de campanhas educativas.