Seleção Paulista Master dá show de solidariedade em Botucatu

Uma tarde para nenhum botucatuense amante do bom futebol brasileiro esquecer. Quem esteve no campo do Estádio Dr. Acrísio Paes Cruz, da Associação Atlética Ferroviária (AAF), na tarde desta quarta-feira (12) pode ver de perto a performance da Seleção Paulista Master com grandes atletas que desfilaram pelos gramados do futebol brasileiro e que participaram do evento denominado “Futebol Solidário”. O jogo foi um amistoso entre a Seleção Paulista e a Sabesp/Ferroviária, com vários convidados.

Estiveram em Botucatu jogadores como Ademir da Guia, o goleiro Sérgio, Alfredo Mostarda, Paulinho Kobayashi, Axel, Tonhão, Gerson Caçapa, entre muitos outros. Embora tenha sido uma partida amistosa, nenhum dos dois times entrou em campo para brincar e ambos buscaram a vitória. Levou a melhor a Seleção Paulista que venceu por 3 a 1, com gols de Alberto, Paulinho Kobayashi e Sergio (ex-goleiro). Pela Sabesp de Botucatu, Badiola descontou.

O ingresso para assistir ao jogo foi um litro de leite longa vida, que será destinado ao Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Botucatu, para as crianças carentes do município. A partida fez parte da programação em comemoração ao Dia das Crianças promovido pelo clube e que teve início ? s 10 horas.

Alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental, Prof. José Antônio Sartori, do Jardim Eldorado, acompanharam os atletas na entrada do campo e a Sabesp disponibilizou três pontos de hidratação, com água fresca gratuita. A realização do evento beneficente foi uma parceria entre Associação Sabesp, Associação Atlética Ferroviária (AAF) e Prefeitura Municipal de Botucatu.

A Seleção Paulista entrou em campo com: Betinho; Índio, Alexandre Rosa, Alfredo Mostarda e Biro; Axel, Paulinho Kobayashi, Gerson Caçapa e Ademir da Guia; Edu Bala e Alberto. Entraram durante o jogo: Tonhão. Adãozinho, André, Banana, Sérgio, Luizão e André.

Já pela Seleção Sabesp que fez uma homenagem ao ex-superintendente Layre Colino Júnior com uma placa antes da partida, atuaram Valdir D´Império; Polaco, Marquinho, Pelares e Oda; Julinho, Pardini, Niltinho e Badiola, Chirú e Paulinho. Também jogaram: Flávio Dias, Sapiroca, Daltinho, Oscarzinho, João Chavari, Marcão, Carreira e Marcelo.

Para Ademir da Guia que na era da Academia de Futebol do Palmeiras era chamado de Divino, pelo seu toque refinado, exemplo de solidariedade como este deve ser seguido por outras cidades. “Sempre que somos convidados procuramos estar presentes, pois é a maneira que temos de retribuir tudo que o futebol nos proporcionou e receber o carinho dos torcedores. É gratificante estar aqui em Botucatu participando desta festa”, disse Ademir da Guia, que foi solícito e atencioso com todos que o procuraram para autógrafos e fotos.

Embora tenha sido um dois maiores goleiros da história do Palmeiras, Sérgio não quis nem saber de atuar no gol. Entrou no segundo tempo e marcou o terceiro gol da Seleção Paulista. “Independente do resultado o importante é o gesto solidário que este jogo proporcionou. Botucatu está de parabéns”, disse Sérgio. Sobre o gol, foi taxativo. “Dei sorte e deixei o meu (gol) lá!”.

O volante Axel que já defendeu times como Santos e São Paulo continua em grande forma e mostrou que ainda poderia estar jogando em um grande time profissional. “Agora estou iniciando minha carreira de técnico no Jabaquara e sempre que posso jogo partidas beneficentes pela Seleção Paulista ou de futebol socyte. É sempre bom rever amigos e ao mesmo tempo ajudar quem precisa. Contem sempre comigo”, disse Axel.

Edu Bala, que marcou época com a camisa 7 do Palmeiras, também falou sobre o evento. “Estar em atividade praticando futebol entre amigos, ser reconhecido pela torcida e, ao mesmo tempo, contribuir para eventos solidários é tudo que um atleta quer. Faço parte desse grupo e procuro estar presente, porque acho que ainda tenho um pouco de lenha pra queimar”, disse Edu Bala.

Por: Quico Cuter
Fotos: David Devidé