Redes sociais se manifestam contra Anderson Silva

Fotos: Divulgação

A desastrosa performance de Anderson “Spider” Silva na madrugada deste domingo (7) quando perdeu o cinturão da categoria dos pesos-médios para o norte-americano Chris Weidman no Ultimate Fighting Championship – UFC, em Las Vegas, está repercutindo negativamente em todo Brasil. Nas redes sociais, inclusive de Botucatu milhares de internautas criticam a postura acintosa e desnecessária de Andersom Silva para com o seu adversário. As provocações do brasileiro superaram sua técnica tão aplaudida até hoje, pondo fim a uma série de 16 vitórias consecutivas e uma invencibilidade de sete anos.

O brasileiro mostrou que não estava tão bem preparado para esta luta como se supunha quando já no primeiro assalto faltou muito pouco para ser nocauteado. Ele conseguiu se livrar do norte-americano e voltou a ficar em pé. Enquanto o público esperava um grande espetáculo protagonizado pelo campeão até então invicto no UFC, Anderson se limitava a provocar o adversário com cenas grotescas, indignas de um grande campeão. Ria, dançava, colocava a mão na cintura como quem debocha do rival, o chamava para a luta a todo o momento, mantendo a guarda baixa.

O panorama não mudou no segundo round. Anderson parecia querer vencer o adversário primeiro pelo psicológico. Mas não deu tempo. Ao se abaixar um pouco, como quem finge estar caindo, o brasileiro foi golpeado com um cruzado de esquerda, tombando no chão, completamente, sem reação. Weidman só aproveitou para disparar uma sequência de socos até que o árbitro colocasse um ponto final na “brincadeira” do brasileiro que lhe custou o título mundial. A pergunta que todos estão fazendo é: Anderson teria dançado na frente de Jon Jones, Vitor Belfort, Maurício Shogun, ou mesmo Chael Sonnen? Que ele não respeitou e menosprezou Weidman é fato.

Ainda é prematuro afirmar se essa derrota de Anderson representa o fim de uma era. Ficou a impressão que se ele tivesse levado Weidman mais a sério poderia ter vencido a luta sem muita dificuldade. Dana White, o todo poderoso do UFC, já aventou possibilidade de uma revanche. Entretanto, Anderson disse depois da derrota que não pensa mais em disputar o título e, por hora, quer passar um tempo com a família para descansar.

“Chris Weidman é o novo campeão. Ele tem o meu respeito e agora é o melhor. Ele é o novo campeão. Não quero uma revanche. Não luto mais pelo cinturão. Estou cansado. Vou relaxar e ver o que vou fazer da minha carreira. Não estou me aposentando, mas não luto mais pelo cinturão. Meu legado está feito. Meu plano agora é voltar para a minha família, relaxar e voltar ao Brasil. Brasil, eu tentei, ele é o novo campeão e deve ser respeitado”, consolou-se.