Rampa da Base da Nuvem revela talentos para o paraglider

A menos de cinco quilômetros do centro da cidade de Botucatu com acesso pela rodovia vicinal Geraldo Biral, na Serra de Botucatu, na Fazenda Indiana, está instalada a rampa da Base da Nuvem, uma escola de voo livre, que tem como coordenador geral o experiente instrutor Carlos Eduardo Tosetto, que desde 1984 é piloto de asa delta, ultraleve e parapente.

A idéia de instalar uma base de paraglider em Botucatu nasceu de uma viagem que Tosetto fez ? região há 7 anos. “O local me encantou e percebi o potencial do lugar. Então, procurei a dona da fazenda, aluguei três alqueires de terra, me estabeleci em Botucatu e fundei a escola de vôo, que tem atraído muita gente que aprecia o esporte aventura”, disse Tosetto, lembrando que três dos seus alunos de Botucatu, hoje são instrutores e trabalham com ele: Rodrigo Rosa Marques, Marco Aurélio Biral e Carlos Daiti Nakamura.

Revela que para se iniciar no esporte não é necessário nenhum equipamento. “A escola fornece tudo que o aluno necessita. Somente quando estiver pronto vai pilotar sozinho usando seu próprio equipamento”, ressalta, não deixando de lembrar que todos os finais de semana várias pessoas procuram a base para praticar o esporte. “Além de praticantes de Botucatu e região, recebemos aqui pessoas de várias cidades do interior de São Paulo, que trazem suas famílias para passar os finais de semana, aquecendo o comércio e a rede hoteleira da Cidade”, acrescenta.

Outro detalhe citado por Tosetto é o cuidado com a segurança. “Temos instrutores capacitados e equipamentos dotados de todas as normas de segurança. Nunca tivemos um só acidente nesses 7 anos que estamos em Botucatu”, disse o instrutor. “Quem quiser conhecer nossa Base da Nuvem, que tem uma vista muito bonita da serra, basta vir aqui nos finais de semana, pois a entrada é livre e a pessoa pode iniciar curso no mesmo dia”, colocou Tosetto.

Além da escola, a Base da Nuvem também já foi palco de grandes competições de paraglider com estrutura comparada a eventos internacionais. “Trouxemos para Botucatu campeonatos importantes no cenário nacional. Podemos destacar, entre outros, a 1ª etapa do Campeonato Paulista e o Campeonato Brasileiro, com a presença dos maiores pilotos do Brasil, assim como dois campeões mundiais”, frisa o instrutor que tem no currículo 45 eventos de voo livre realizados. “Outros eventos de nível nacional já estão previstos para Botucatu”, promete.

Fotos: Quico Cuter / Valéria Cuter