Quadra da antiga estação ferroviária será revitalizada

Teve início esta semana as obras de revitalização da área da antiga quadra da estação ferroviária, localizada na Rua José Barbosa de Barros (acesso ao Lageado), no Jardim Paraíso. Ação promovida pela Prefeitura de Botucatu por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, em parceria com as Secretaria de Mobilidade Urbana e Obras, tem como objetivo preparar o local para receber, futuramente, os treinos da equipe de corrida e caminhada Marcha Lenta.

Atualmente as atividades da equipe que contam com a participação de mais de 300 pessoas são realizadas todas as terças e sextas-feiras, a partir das 19 horas, com concentração na Praça Alexandre Fleming em frente ao Hospital do Bairro.

Para acompanhar o início das obras o secretário de Esportes e Lazer, Antonio Carlos Pereira se reuniu no local com representantes da ONG de Prossifinalização e Proteção da Família Ferroviária do Brasil – Protefer; grupo Jipeiros da Cuesta; Guarda Civil Municipal; Marcha Lenta e da Associação dos Corredores de Botucatu – Acob.

Pereira explica que será feita a limpeza do local, pintura da quadra, iluminação e estacionamento. “Esta ação é uma reivindicação do Prefeito João Cury Neto que atende o pedido dos representantes da equipe Marcha Lenta e também da ONG Protefer”, comenta.

Para o coordenador da equipe Marcha Lenta, Robson Domingues Nóbrega, esta ação tem como objetivo principal trazer mais segurança para os pedestres e corredores que participam dos treinos.

“Este espaço possui uma melhor localização e visa proporcionar mais segurança para os participantes do treino já que o acesso direto pela Rua do Lageado. Além disso, vamos deixar mais livre o acesso ao Hospital do Bairro. Muitos participantes vão de carro para a atividade e param nas proximidades da praça. Com esta mudança eles poderão estacionar neste novo local. Sem contar que também poderemos utilizar a quadra para realizar o alongamento com aparelho sonoro, ação que não podemos fazer na Praça Alexandre Fleming por causa da proximidade com o hospital”, explica.

Segundo o presidente da ONG Protefer, José Luis Vieira Filho, esta quadra foi construída em 1991 e está abandona há 16 anos. “Essa revitalização é uma antiga reivindicação da família ferroviária. Esta quadra já sediou diversos campeonatos regionais da unidade da Fepasa antigamente. A iniciativa de recuperar este local dá oportunidade para os jovens moradores da região utilizarem a quadra para a prática de atividades físicas. Esta ação irá devolver para o povo o que é dele”, relata.