Pilotos largam na 5ª edição do Rally Cuesta Off-Road

Na manhã desde sábado os pilotos e navegadores de motocicletas, quadriciclos e UTVs (veículos ecológicos), de diferentes equipes brasileiras fizeram a primeira largada da 5ª etapa do Rally Cuesta Off-Road, em frente ao Ginásio Municipal de Esportes “Dr. Mário Covas Filho”. Antes da largada, feita ? s 9h30, os pilotos realizaram a vistoria dos veículos participantes: motos, quadriciclos e UTVs. Às 13 horas foi a vez da largada especial para carros e caminhões. Neste domingo, os desafios continuam a partir das 8 horas, com novas largadas.

Ontem (sexta-feira) a movimentação foi bastante intensa no “circo do rally” (boxes) montado no Ginásio Municipal com pilotos e mecânicos fazendo os derradeiros ajustes com a finalidade de preparar os veículos para a corrida. Estão no “circo” cerca de 350 pessoas entre pilotos, navegadores e dirigentes, que vieram de diferentes regiões brasileiras.

Empresário Henrique Arena que está organizando o evento em Botucatu diz que tudo está transcorrendo dentro do cronograma estabelecido. Como já esteve participando de inúmeras competições de enduro pela Serra de Botucatu, não teve nenhuma dificuldade para delinear o percurso. Não faltam pedras, cascalhos, lombadas (com saltos), subidas e descidas, setores sinuosos (travados) e outros bem rápidos, para testar suspensão, motor e pneus

“A Serra de Botucatu pela sua própria geografia oferece muitos desafios, bem ao gosto dos pilotos que serão levados ao limite. Procuramos desenhar um percurso técnico e completo e pilotos e navegadores terão pela frente nesses dois dias uma boa variedade de obstáculos, que exigirão a aplicação de diversos tipos de manobras”, disse Arena. “Terão que colocar em prática tudo o que sabem e todas as modificações que fizeram nos veículos” emenda.

O organizador lembra que pela primeira vez o rally terá dois percursos diferentes: um para motos, quadriciclos e UTVs (123 quilômetros), e outro para carros e caminhões (114 quilômetros). Este traçado será percorrido por dois dias, totalizando 246 e 228 quilômetros, respectivamente. “Todas as categorias passarão pelo mesmo trajeto até determinado trecho; depois, a direção muda e será tudo diferente. E pode ter certeza: os navegadores estão tendo muito trabalho, sendo essencial manter a concentração na planilha do início ao fim do rally”, garantiu Arena.

Neste domingo as atividades se iniciam ? s 7 horas com a secretaria da prova, que antecede a primeira largada prevista para ? s 8 horas com motos, quadriciclos e UVTs. As 10h30 será a largada para carros e caminhões. A previsão de chegada dos pilotos e navegadores é ? s 13h30 e a premiação geral a partir das 15 horas.