Massa faz grande corrida e vai ao pódio em Interlagos

Foto: Divulgação
 
 
O final de semana do piloto brasileiro, radicado em Botucatu Felipe Massa  (Willians) não podia ser melhor. Ele fez o que a torcida brasileira esperava dele, ou seja, assegurar o lugar no pódio no autódromo José Carlos Pace – Interlagos, São Paulo,  mesmo errando por duas vezes.  Primeiro foi um erro em sua primeira parada: a velocidade excedida nos pits lhe deu uma punição de 5 segundos; depois, na terceira passagem nos boxes, o brasileiro se enganou e parou na garagem da McLaren.
 
Massa admitiu a culpa nos dois erros.  “Primeiro, apertei o limitador e não entrou, ou então apertei de novo, acabei passando a velocidade, mas foi uma pena ter perdido cinco segundos na parada de Box, faz efeito em uma corrida como essa. Depois, o carro estava perfeito, o ritmo era bom, consegui recuperar minha corrida e ter um ritmo perfeito do começo até o final. Até o momento que parei no box errado,  porque mudaram a posição do box nessa corrida; a gente era a última antes,  acabei confundindo o prata com o branco e perdi tempo. Depois, o carro e o ritmo eram perfeitos, recuperamos a posição e consegui chegar em terceiro”, comentou.
 
Depois, na entrevista coletiva, resolveu quebrar o protocolo.  “Vou falar português agora porque já estou de saco cheio do inglês: esse lugar está dentro do meu coração. Devo isso a vocês e a esta pista maravilhosa. Devo muito disso a vocês”,  comemorou Felipe. A última vez que havia chegado ao pódio no Brasil fora em 2012. Neste ano, já havia sido terceiro na Itália.
 
Quando estava “liberado” para falar em sua língua natal, o recado fluiu melhor. "Primeiro, é um resultado fantástico hoje. Estou muito emocionado por tudo o que aconteceu na corrida, toda a torcida em todo o fim de semana, as pessoas gritando. É emocionante para mim”, disse o piloto. “Não é a primeira vez que passo esse momento, essa emoção, mas sinto que a torcida estava precisando dessa força também. Daqui pra frente, espero que essa energia ajude, e quem sabe possamos até brigar pelo campeonato e chegar aqui brigando pelo título como foi em 2008”,  complementou.
 
 
Nico Rosberg
 
O domínio apresentado pelo alemão Nico Rosberg (Mercedes) ao longo de todo o fim de semana do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 se concretizou. Praticamente de ponta a ponta, o alemão venceu e chegou ao seu quinto triunfo na temporada de 2014 e se manteve em boas condições de brigar pelo título mundial na etapa decisiva em Abu Dhabi, no dia 23 de novembro, que terá pontuação dobrada. Com o triunfo, Rosberg conseguiu diminuir de 24 para 17 pontos (334 a 317) a vantagem do companheiro de Mercedes, Lewis Hamilton, que foi segundo.
 
Com o resultado deste domingo, Hamilton precisará apenas de um segundo lugar na etapa decisiva para ser campeão mundial pela segunda vez na carreira. Apesar do domínio total na prova, os pilotos da escuderia alemã tiveram alguns problemas com o desgaste excessivo de pneus ao longo da corrida devido à temperatura elevada da pista.
O quarto piloto a cruzar a linha de chegada foi Jenson Button (GBR/McLaren): seguido de Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), Fernando Alonso (ESP/Ferrari), Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), Nico Hulkenberg (ALE/Force India), Kevin Magnussen (DIN/McLaren) e Valtteri Bottas (FIN/Williams).