Judoca é campeão brasileiro e mira Olimpíada 2016

Aos 21 anos, Fernando Estevam Sanchez viu, neste ano, a Olimpíada de Londres da casa dele. Mas em 2016, no Rio de Janeiro, o que ele quer mesmo é estar de corpo e alma nesta competição e representar o Brasil no judô. Sonho? “Nada é impossível. Se não pensar alto, você não consegue atingir nem um terço do que você pode”, afirma.

E de fato esse sonho não está tão distante assim. O atleta da Associação de Judô Mata Sugizaki de Botucatu acaba de voltar de Cuiabá (MT) onde disputou no último domingo (26) o Campeonato Brasileiro Sub-23. Na bagagem, a medalha de ouro na categoria acima dos 100 kg que veio com muito esforço e três ippons, ou seja, golpes perfeitos. “Não vou dizer que não esperava, mas de fato estava muito seguro”, diz ele, que já havia sido vice-campeão brasileiro e sul-brasileiro, além de acumular os títulos Paulista Júnior e Sul-americano Sub-17.

Com o resultado no Brasileiro Sub-23, Sanchez terá a oportunidade de disputar uma primeira seletiva nacional com mais outros três atletas para as Olimpíadas do Rio 2016, programada para acontecer nos primeiros meses de 2013, segundo site da Confederação Brasileira de Judô (CBJ). “Caso vá bem nessa seletiva, posso receber uma atenção especial da Confederação para começar a ser preparado para as Olimpíadas de 2016 no Rio, mas até lá tenho que treinar muito ainda e fazer por merecer”, explica.

Daqui a quatro anos, Sanchez terá 25 anos, o que para muitos profissionais que lidam com esporte de alto-rendimento é uma idade excelente para que um atleta demonstre todo seu potencial físico, técnico e psicológico em uma competição.

Em Cuiabá, Sanchez foi acompanhado de perto pelo sensei Mário Sugizaki, filho de Mateus Sugizaki, a quem demonstra total gratidão. “Nasci em Avaré, mas treino em Botucatu desde 2011 e não me arrependo. Viajo duas, três vezes a Botucatu por semana para treinar e sei que encontro aqui uma excelente estrutura e grandes amigos. Se não fosse todo o apoio oferecido pela família Sugizaki em Botucatu, talvez já tivesse esquecido o judô de competição”, garante.

{n}Campeonato Sub-23 – categoria +100 kg{/n}

1º Fernando Sanchez (SP)
2º Jucelino Nascimento (MG)
3º Ruan Silva (RJ)
3º Bruno Marchiotto (PR)