Judoca de Botucatu participa da seletiva “Rio 2016”

O judoca Fernando Estevam Sanchez, que treina pela academia Mata Sugizaki, de Botucatu, segue nesta sexta-feira (14) para São Paulo, onde neste domingo (16), no Esporte Clube Pinheiros, participa da primeira etapa da seletiva “Rio 2016”.

Este é o primeiro degrau para os atletas que buscam compor a delegação brasileira na Olimpíada do Rio de Janeiro. Fernando Sanchez obteve esta chance após ter sido campeão brasileiro Sub-23 de judô, em agosto deste ano, em Cuiabá (MT).

No sábado (15), Sanchez assistirá ao congresso técnico da competição. As lutas têm início ? s 9h30 do dia seguinte, e serão transmitidas pelo canal Sportv. O peso pesado (acima de 100 kg) estará ao lado de outros grandes nomes do judô nacional, como João Gabriel Schlittler, que compôs a seleção brasileira da modalidade na Olimpíada de Pequim (2008). A competição, ao todo, registrou mais de 68 pré-inscrições (masculino e feminino).

“A ideia é selecionar os melhores atletas, seja por ranking ou pela competição, e realizar um trabalho individualizado com eles durante todo o ano de 2013. No ano que vem haverá a segunda seletiva deste ciclo olímpico e em 2014 a terceira e última etapa. Durante o ano, a comissão técnica escolherá entre os selecionados quais vão para cada competição”, explica Ney Wilson, coordenador da seleção sênior, em matéria publicada no site da Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

Fernando Sanchez conta que desde setembro tem intensificado os treinamentos para a seletiva olímpica. “São cinco a seis horas por dia, com treinos específicos focados nas características dos meus adversários”, explica.

O judoca hoje tem 22 anos, 1,85m de altura e 135 kg. Daqui a quatro anos, na Olimpíada do Rio de Janeiro, Sanchez terá 25 anos, o que para muitos profissionais que lidam com esporte de alto-rendimento é uma idade excelente para que um atleta demonstre todo seu potencial físico, técnico e psicológico em uma competição.

“Passar na seletiva significa que eu poderei participar, com apoio da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), de mais competições internacionais, acumular experiência e pontos para futuramente, entrar no ranking da Federação Internacional de Judô (FIJ), e quem sabe, fazer parte da seleção brasileira na Olimpíada de 2016 aqui no Brasil”, projeta.

Para Sanchez, sua participação na Seletiva Rio 2016 não apenas projeta a força do judô no interior de São Paulo como também serve de estímulo ? s crianças e jovens que estão começando na modalidade. “Estarei ao lado de atletas de ponta, que treinam nos grandes centros e equipes estruturadas como o Minas Tênis Clube, Pinheiros e o Flamengo. Isso prova que, apesar de tudo, o que prevalece é a base do judô”, afirma.

{n}Judocas que participarão da Seletiva 2016 – Categoria +100kg {/n}

Fernando Sanches (SP)
Gabriel Santos (MG)
João Gabriel Schlittler (RJ)
Leandro Gonçalves (SP)
Ruan Isqueirdo (RJ)
Walter Santos (RS)