Judô de Botucatu se prepara para os Regionais 2011

O judô de Botucatu tem intensificado a preparação para a 55ª edição dos Jogos Regionais – terceira região -, que neste ano acontecerá em julho, na Barra Bonita. Em plena manhã do último feriado de Corpus Christi, dia 23, a academia da Associação de Judô Mata Sugizaki (AJMS) recebeu um treino com boa parte dos atletas que deve representar o Município nesta competição.

A lista de quase 30 judocas que irá ? Barra Bonita está quase definida. Boa parte treina na própria Mata Sugizaki como Thais Nagib, Ariovaldo Maciel, José Ricardo Bravim, entre outros. A comissão técnica formada pelos professores Victor Leopoldo (Mata Sugizaki) e Argeu Maurício de Oliveira Neto (Associação Atlética Botucatuense) contará ainda com a experiência do sensei Nilson Nishida, um dos grandes incentivadores do esporte no interior de São Paulo ao lado do sensei Mateus Sugizaki.

Apesar de coordenar projetos de judô em Avaré, Nishida foi convidado para compor o grupo que irá aos Regionais por Botucatu, a pedido do sensei Mateus Sugizaki. “O Nilson é um grande irmão, e eu tenho plena confiança na experiência que ele pode passar aos nossos atletas”, afirma Sugizaki. “Mesmo treinando em Avaré, torço pela minha região. Não gosto de bairrismo. Substituir o Mateus em uma competição como os Regionais é um orgulho”, retribui Nishida.

Além dele, nomes como Marcelo Costa Camargo (29 anos) e Alexandre Ambrosin (35 anos), que em outras oportunidades já defenderam Botucatu, voltam aos tatames para acrescentar experiência aos mais novos. “Moro em Itaperá, mas já participei dos Regionais por Botucatu em 2005 e 2006. Aqui também me sinto em casa. Tenho quase dez participações nessa competição e com medalhas tanto no individual quanto por equipes. Os Jogos são diferentes. É cidade contra cidade. Para ter sucesso é preciso paciência e muita determinação”, aconselha Camargo, que deve lutar na categoria até 90 kg. “Moro e treino em Marília, mas tenho contato com o judô de Botucatu desde a década de 90, quando lutei ao lado do Mário Sugizaki, Fabiano Negrão, José Ricardo Pupo, o ‘Bié’ (Antonio Gabriel Filho), entre tantos outros que fizeram história. Nos Regionais o ideal é ter espírito de equipe e apoiar o companheiro, inclusive na derrota”, complementa Ambrosin, que lutará na categoria até 100 kg.

Na avaliação de Victor Leopoldo, a equipe deste ano está mais forte que a dos Regionais de Lins de 2010. “Vamos com atletas em todos os pesos e com vontade. Essa união, o torcer pelo outro e o envolvimento com os Jogos, diferente de outras cidades que fazem investimentos pesados em atletas de fora, é o que faz a diferença no tatame”, comenta.

A tradição do judô de Botucatu nos Regionais é bastante forte. Desde 1982, ano a ano, atletas da Cidade tem obtido importantes colocações nos pódios. Destaque para os títulos consecutivos no geral masculino conquistados de 1986 a 1993 e de 1997 a 2000. Em 2010, nos Jogos Regionais de Lins, Botucatu trouxe o vice-campeonato no geral masculino, a terceira colocação no geral feminino, além de 13 medalhas nas disputas individuais e kata (apresentação do conjunto de técnicas). A delegação do judô de Botucatu deverá partir para Barra Bonita no dia 22 de julho para a disputa das lutas nos dias 23 e 24.