Futebol feminino fecha com um novo patrocinador

A Associação Botucatuense de Desporto (ABD), responsável, junto de outros parceiros (AAF, Unifac e Prefeitura de Botucatu), pelo futebol feminino de Botucatu, definiu nesta quarta-feira, seu último patrocinador antes do primeiro jogo em casa, pelo Campeonato Paulista: empresa Lupo.

A empresa, que é considerada uma das maiores do setor têxtil do Brasil, escolheu a equipe botucatuense para ser a primeira no futebol feminino a contar com o patrocínio em seu uniforme.

“A Lupo é uma referência no esporte e sempre esteve vinculada ao esporte de alto nível. Como a gente acompanha, a empresa patrocina quase todas as equipes de futebol do interior, mas no feminino, Botucatu será o único privilegiado”, confirmou o presidente da ABD, Leandro Fadel.

O torcedor botucatuense poderá conferir o novo uniforme da equipe feminina, já com o patrocínio da Lupo, neste domingo, no jogo contra o Marília, válido pela segunda rodada do Campeonato Paulista, ? s 15 horas, no Estádio Dr. Acrísio Paes Cruz, na Associação Atlética Ferroviária, com entrada franca.

A Associação Botucatuense de Desporto conta com o apoio da Associação Atlética Ferroviária, Prefeitura Municipal de Botucatu e Unifac, e com os patrocínios da Caio Induscar, Unimed Botucatu, Editora Name e Lupo. Os valores do contrato não foram divulgados.

{n}Sobre a Lupo{/n}

A empresa foi fundada em 1921 por Henrique Lupo, com o nome fantasia de Meias Araraquara. A mudança da razão social para Meias Lupo S/A ocorreu em 1937.

Em 1947, a empresa já era o maior fabricante de meias masculinas do Brasil e, em 1960, foram adquiridas as primeiras máquinas para a fabricação de meias femininas.

Em 1987, a empresa passou a chamar-se Lupo S/A. Neste mesmo ano, a Lupo recebeu as primeiras amostras do nylon, o fio sintético que viria a revolucionar o mercado de meias no mundo todo. A partir da década de 1990, a Lupo ampliou sua linha de produtos, passando a fabricar cuecas.

Foi escolhida como uma das 100 melhores empresas para se trabalhar pela revista Exame em agosto de 2000 e, em 2005, foi eleita pela revista ISTOÉ Dinheiro como a melhor empresa do setor têxtil no ranking “As Melhores da Dinheiro” do Brasil. A atual presidente da Lupo é Liliana Aufiero, neta do fundador.