Festival Brasil Ride Botucatu cresce e comemora o sucesso da quarta edição

Durante quatro dias, 5.100 atletas entre ciclistas e corredores transformaram o cotidiano de Botucatu e demais cidades da região da Cuesta Paulista. Evento atingiu cerca de 17 mil pessoas entre participantes, familiares e torcedores

Maior evento de esporte outdoor do País, o Festival Brasil Ride Botucatu teve sua quarta edição realizada entre quinta-feira (26) e domingo (29), na região da Cuesta Paulista. Durante quatro dias, um total de 5.100 participantes, entre ciclistas, das modalidades speed e mountain bike, e corredores de montanha, desafiaram as trilhas e estradas da região da Botucatu e Pardinho em provas de tirar o fôlego, não só para os atletas, mas também para o público que pode acompanhar as competições.

"Estou muito satisfeito, porque o evento aconteceu dentro do esperado, sem nenhum imprevisto ou acidente que pudesse dificultar seu bom andamento. Para nós a segurança dos ciclistas e corredores era o ponto primordial para que o Festival Brasil Ride Botucatu transcorresse sem problemas", enalteceu Mario Roma, o fundador da Brasil Ride. "Até São Pedro nos ajudou, porque a previsão era de chuva para os quatro dias e apenas no último caiu um chuvisco pela manhã, mas sem que atrapalhasse. A temperatura esteve amena e ajudou os atletas, porque os percursos eram intensos e exigentes. Quero aproveitar para deixar um agradecimento especial à população de Botucatu e região que recebeu os competidores e seus acompanhantes com muito carinho", acrescentou Roma.

Com um aumento de 21,5% no número de inscritos, ultrapassando a marca de 5.000 pessoas, em relação ao ano anterior, a organização completou mais uma jornada satisfeita com o evento, que reuniu atletas de 180 cidades, 25 estados e cinco países, Brasil, Argentina, Chile, Portugal e Suíça. "Estou feliz porque conseguimos crescer e fazer mais um grande evento para a região, reunindo mais de 10 mil pessoas entre atletas e familiares, e um total de cerca de 17 mil pessoas, contando o público local de Botucatu e cidades vizinhas, que prestigiou o evento, estimado em 7.000. Agora nos preparamos para as próximas provas previstas no calendário da Brasil Ride, em Florianópolis e na Bahia", contou Mario Roma.

Pelas estimativas dos organizadores, o evento, que lotou a rede hoteleira da região, gerou um impacto econômico em torno de R$ 7 milhões. A própria Prefeitura de Botucatu reconhece que o Festival Brasil Ride já tornou-se o principal evento do ano na cidade.

As Competições – Com o intuito de divulgar o ciclismo de estrada para praticantes amadores, promovendo a prática esportiva não só como estilo de vida, mas também como melhora na qualidade de vida, o Road Brasil Ride deu o pontapé inicial para a quarta edição do maior evento esportivo outdoor do Brasil, na manhã da quinta-feira (26). Na arena montada em Pardinho, 800 atletas pedalaram pelos 68,9 km nas estradas municipais da cidade.

Aos campeões, não apenas a glória de subir no lugar mais alto do pódio, como também garantir uma vaga para disputar o Campeonato Mundial da modalidade, o UCI Gran Fondo World Championships, em Perth, na Austrália, entre 1º e 4 de setembro. Entre os homens, Elton Pedrozo, de Americana (SP), foi o bicampeão geral, e no feminino o título ficou com Eliana Pinheiro, de Assis (SP). Todos os campeões das demais categorias, divididas por idade, também garantiram o direito de disputar o mundial em setembro.

No mesmo dia foi aberta a Warm Up Pró, competição dividida em três etapas, com 11,6 km na primeira, 76,6 km na segunda e 107 km no sábado (28), dia decisivo e com a realização da Warm Up Sport, prova de maratona com 71 km para os amadores. Enquanto a Pró recebeu 800 inscritos, a Sport contou com 1.000 atletas com idades a partir de 17 anos. Os campeões do MTB foram: o suíço Lukas Kaufmann e a paulista Fernanda Prieto, de Barueri, na Pró, e Lucas Esteves, de Marília (SP), e Aline Simões, de Penápolis (SP), ambos na Sport.

A última competição foi realizada no domingo (29), dia de encerramento do Festival. Ao todo, 1.000 corredores de montanha enfrentaram as trilhas e estradas de terra da Cuesta Paulista, com largada e chegada na Fazenda Indiana, em Botucatu. Na categoria Pró, com 16km de extensão, Marildo Barduco, de Botucatu, e Giovanna Martins, de Salto (SP), foram os campeões, enquanto a Sport, com 5,5 km, foi vencida por André de Moura, da Ibitinga (SP) e Dulcineia de Oliveira, de Manduri (SP).

Demais atividade – Atração especial para as crianças de 5 a 12 anos, a Corrida Kids Bike foi realizada na manhã do sábado, com inscrições gratuitas e um total de 100 participantes. Com um circuito urbano, dentro da cidade de Botucatu, e com 1 km de extensão, e o objetivo da iniciativa foi de incentivar a prática do esporte desde cedo nos pequenos participantes. Oportunidade única para os pais verem seus filhos dando as primeiras pedaladas.

No mesmo dia, quatro palestras foram realizadas no evento, lotando a área do lounge montado próximo à Catedral, com um público rotativo de 500 pessoas. Essa estrutura, com duas tendas gigantescas montadas defronte à largada de várias provas do Festival, é uma atração à parte. No local é disponibilizado gratuitamente a toda a população e aos participantes água, café, além de pipoca e algodão doce para a garotada, que tem também uma área especial com monitores para pinturas e outras brincadeiras. Vários puffs são espalhados pelas tendas para que os ciclistas possam descansar após as competições.

Outro destaque do evento, na manhã de domingo, foi o Passeio Ciclístico, entre o centro histórico de Botucatu e a Base da Nuvem, área de prática do voo livre, reunindo cerca de 900 inscritos.

FONTE: Assessoria de imprensa/Divulgação